Entre os dias 03 e 05 de abril de 2024, a capital dos Estados Unidos foi palco de um encontro de mentes brilhantes na área de defesa e segurança: a Conferência sobre a Situação do Hemisfério Ocidental (Western Hemispheric Situation Conference), realizada no Colégio Interamericano de Defesa (CID) em Washington, D.C. O evento reuniu especialistas de várias nações para debater temas críticos que afetam as Américas, e contou com uma participação notável do Instituto Meira Mattos (IMM), vinculado à Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro (ECEME).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Proeminência acadêmica e contribuições brasileiras

Os professores Guilherme Moreira Dias e Tássio Franchi foram os representantes do IMM, destacando-se por suas intervenções profundas e análises perspicazes. O Prof. Dr. Guilherme Moreira Dias focou sua palestra na “Importância da Consolidação de Políticas de Estado no Continente Americano”, uma exploração sobre como as políticas duradouras podem formar a espinha dorsal para atender às exigências sociais nas Américas. Este tema é especialmente relevante em um contexto onde a distinção entre Políticas de Governo e Políticas de Estado muitas vezes define a estabilidade política e econômica na região.

Por outro lado, o Prof. Dr. Tássio Franchi apresentou uma análise sobre “O Crescimento do Narcotráfico e seus Impactos na Sociedade na América Latina”. Sua discussão iluminou os desafios impostos pelo Crime Organizado Transnacional, incluindo suas intersecções com os crimes ambientais, uma área de crescente preocupação global. Este tema ressalta a complexidade das redes de narcotráfico que não apenas desestabilizam as nações, mas também exacerbam questões ambientais, promovendo uma dupla ameaça à segurança e ao meio ambiente.

Fortalecimento dos laços acadêmicos e estratégicos

A presença dos acadêmicos do IMM na conferência não apenas reafirma a qualidade e a relevância das pesquisas desenvolvidas pelo instituto, mas também solidifica sua posição como centro de referência em pensamento estratégico no sul do continente americano. A troca de conhecimentos e a colaboração internacional são fundamentais para o avanço das estratégias de segurança e defesa, especialmente em uma região tão diversa como o Hemisfério Ocidental.

Impacto na formação de futuros líderes militares

Este evento também serviu como uma plataforma valiosa para o aprimoramento dos futuros líderes militares e estrategistas que passam pela ECEME. Ao entender melhor as dinâmicas geopolíticas e os desafios específicos das sub-regiões americanas, esses alunos podem aplicar métodos de planejamento estratégico mais eficazes em suas futuras carreiras, potencialmente contribuindo para um ambiente mais seguro e estável no continente.