Google News

Desde o dia 30 de janeiro, o Exército Brasileiro, por meio do 61º Batalhão de Infantaria de Selva do Comando de Fronteira Juruá (C Fron Juruá / 61º BIS), tem apoiado o transporte de agentes do Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Juruá (DSEI/ARJ) para aplicação da vacina contra a covid-19 em indígenas de aldeias isoladas. Realizada no âmbito da Operação Covid-19 com integrantes do 4º Batalhão de Aviação do Exército (4ºBAvEx), a ação ocorre a partir de uma base de apoio logístico no município de Feijó, que tem sido usada como ponto de partida para as aldeias mais afastadas do município.

Executada em um ambiente interagências, a ação conta com o emprego de uma aeronave HM-1 (Pantera) para conduzir enfermeiros, vacinas e insumos de saúde a aldeias localizadas em regiões de difícil acesso e que possuem indígenas recentemente contactados. Serão 30 horas de voo empregadas na ação, que tem como objetivo apoiar os agentes da saúde indígena no combate à pandemia da covid-19 no extremo ocidental do Brasil.

Além disso, militares do Destacamento Especial de Fronteira do município de Marechal Thaumaturgo (AC) realizam apoio logístico ao DSEI/ARJ transportando, por meio fluvial, agentes de saúde indígena e vacinas para atendimentos a aldeias indígenas localizadas às margens do Rio Amonia, próximo à fronteira com o Peru.

blank blank

Fonte: 61º Batalhão de Infantaria de Selva

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui