No dia 5 de maio, o Brasil celebra o Dia Nacional do Expedicionário, uma data especial dedicada a honrar e lembrar os valorosos soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que representaram o país na Segunda Guerra Mundial. Este dia é um momento de profundo respeito e admiração pela coragem, dedicação e sacrifício dos pracinhas, que são considerados verdadeiros heróis nacionais.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Os feitos da FEB no cenário global

A FEB desempenhou um papel crucial no conflito global, lutando principalmente no teatro de operações na Itália, onde enfrentaram não apenas o inimigo, mas também condições extremamente adversas de clima e terreno. A participação brasileira na guerra, marcada pela Campanha da Itália, foi um testemunho do compromisso do Brasil com os princípios democráticos e a luta contra o fascismo.

Exaltação aos pracinhas brasileiros

A bravura e o espírito de sacrifício dos expedicionários brasileiros são fonte de inspiração para todas as gerações. Eles não apenas lutaram bravamente, mas também trouxeram consigo ao retorno ao Brasil, lições de solidariedade e justiça, ajudando a moldar o caráter das futuras forças armadas brasileiras.

Legado duradouro

O Dia Nacional do Expedicionário serve como um lembrete do valor da paz e da importância de se defender a soberania e a integridade nacional. A história dos pracinhas da FEB continua a ser um componente vital da memória nacional, ensinando as futuras gerações sobre o custo da guerra e o valor da liberdade.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).