Em uma operação noturna de grande êxito, realizada no dia 24 de dezembro, às 23:30h (Horário de Brasília), o 2º Pelotão Especial de Fronteira (2º PEF) do Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) apreendeu cerca de 750 kg de drogas, identificadas como Maconha do tipo Skank. A operação ocorreu durante a abordagem a uma embarcação no Rio Içá.

Confronto no Rio Içá

Snapinsta.app 413907536 395106182852934 3892236760477432562 n 1080

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A ação se desenrolou quando a embarcação suspeita tentou furar o bloqueio estabelecido pela guarnição de serviço no Posto de Controle e Interdição Fluvial. Em resposta, militares do 2º PEF empreenderam uma perseguição fluvial, culminando na fuga dos suspeitos que abandonaram a embarcação na margem do rio, deixando para trás a droga, objetos pessoais, combustível e munição calibre 16.

Recuperação e Segurança do Material Apreendido

Após a fuga dos indivíduos, os militares asseguraram a área e rebocaram a embarcação até o 2º PEF. Lá, procederam com a contagem e a guarda segura do material apreendido, garantindo a integridade das evidências.

Impacto Significativo na Repressão ao Crime Transfronteiriço

Esta apreensão representa um golpe significativo contra o tráfico de drogas na região. As operações conduzidas pelos Pelotões Especiais de Fronteira são vitais na prevenção e combate aos crimes transfronteiriços e ambientais, contribuindo para a segurança nacional e o apoio à população local.

Dedicação e Vigilância Constantes

A ação bem-sucedida do Comando de Fronteira Solimões/8º BIS reflete a dedicação e a prontidão das forças militares brasileiras em proteger as fronteiras e combater o crime organizado. Essas operações são cruciais para manter a soberania nacional e a segurança das comunidades locais.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).