Nos dias 25 e 26 de abril, o Comandante do 1º Distrito Naval empreendeu uma visita significativa às instalações marítimas e autoridades de Angra dos Reis, reafirmando o compromisso da Marinha do Brasil com esta região crucial. A visita incluiu inspeções ao Terminal Portuário de Angra dos Reis (TPAR), ao Estaleiro BrasFELS, e ao Terminal Marítimo Almirante Maximiano da Fonseca (TEBIG), locais de vital importância para a economia e segurança marítima nacional.

Enfoque em Segurança e Preservação Ambiental

Acompanhado pelo Capitão dos Portos do Rio de Janeiro, o Comandante aproveitou a ocasião para visitar a Prefeitura de Angra dos Reis, onde se encontrou com o prefeito da cidade. A reunião teve como foco principal discutir o aprimoramento das medidas de prevenção da poluição hídrica, a segurança da navegação e a salvaguarda da vida humana no mar. Essas discussões são essenciais para garantir não apenas a proteção ambiental, mas também a segurança dos moradores locais e dos turistas que frequentam a região.

Impacto das Visitas e Reuniões

blank

O diálogo entre o Comandante do 1º Distrito Naval e o prefeito de Angra dos Reis é um exemplo claro de como a colaboração entre a Marinha e as autoridades civis pode conduzir a melhorias significativas nas práticas de segurança e gestão ambiental. A visita não apenas reforça a presença da Marinha na região, mas também destaca sua função ativa no desenvolvimento sustentável e na proteção das áreas costeiras brasileiras.

Importância Estratégica de Angra dos Reis

Angra dos Reis é um ponto nevrálgico não apenas devido à sua beleza natural, mas também pelo seu valor estratégico e econômico. As instalações visitadas pelo Comandante são fundamentais para o suporte logístico e operacional da Marinha, além de serem cruciais para a economia marítima do Brasil. O compromisso contínuo com essa região demonstra a importância que o 1º Distrito Naval atribui à manutenção da soberania nacional e à promoção do desenvolvimento regional.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).