No dia 1º de março, o 23º Batalhão de Caçadores (23º BC), em Fortaleza (CE), recebeu a incorporação de cerca de 200 jovens recrutas, que iniciaram uma nova etapa em suas vidas ao ingressar no Serviço Militar. A cerimônia foi presidida pelo Comandante da 10ª Região Militar (10ª RM), General de Divisão André Luiz Ribeiro Campos Allão, e contou com a presença dos familiares dos recrutas.

O momento marcante começou com a entrada simbólica dos jovens pelo portão principal do Batalhão, com militares postados em sinal de reverência e acolhimento aos novos integrantes. Em seguida, os recrutas vestiram o uniforme camuflado pela primeira vez e adentraram o pátio do Batalhão Marechal Castello Branco, acompanhados pela Banda de Música da 10ª RM.

O Tenente-Coronel João Leitão Alencar Filho, Comandante do 23º BC, deu as boas-vindas aos recrutas e ressaltou a importância do Serviço Militar para o Exército Brasileiro e para a sociedade. Já o General Allão destacou que a incorporação representa o começo de uma nova etapa na vida dos jovens, que um dia sonharam em servir à Pátria, enfatizando a importância da família para o sucesso na jornada que se inicia.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O Serviço Militar Obrigatório dura cerca de um ano e é uma oportunidade de primeiro emprego para muitos jovens. Durante o período, os soldados passam por dois períodos de instrução: o de Instrução Individual Básica, que prepara o recruta para atuar como combatente básico, e o de Instrução de Qualificação, que prepara o soldado para exercer funções específicas, como motoristas, cozinheiros, atiradores de peças de morteiro, dentre outras.

Além disso, são oferecidas aos soldados muitas oportunidades de progresso na carreira, como o Curso de Formação de Cabos e o Curso de Formação de Sargentos Temporários. Os jovens também podem adquirir conhecimento de outras profissões para atuar no mercado de trabalho, por meio do Projeto Soldado-Cidadão.

Os recrutas que foram incorporados ao 23º BC serão oficialmente chamados de Soldados no Dia do Soldado, comemorado em 25 de agosto, quando receberão a boina verde-oliva, símbolo da profissão militar. A cerimônia de incorporação representa um marco importante na vida desses jovens, que agora têm a oportunidade de servir a sua Pátria e crescer pessoal e profissionalmente dentro do Exército Brasileiro.

article?img id=16523236&t=1677765406484
article?img id=16523237&t=1677765407194
article?img id=16523238&t=1677765407913
article?img id=16523239&t=1677765408826
article?img id=16523240&t=1677765409518
article?img id=16523241&t=1677765410256
article?img id=16523242&t=1677765410973
article?img id=16523243&t=1677765411669
article?img id=16523244&t=1677765412457
article?img id=16523245&t=1677765413343
article?img id=16523246&t=1677765413995
article?img id=16523247&t=1677765414712
article?img id=16523248&t=1677765415424
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).