Em um gesto de solidariedade e compromisso com a comunidade, a Capitania dos Portos da Paraíba (CPPB) realizou a entrega de mais de uma tonelada e meia de alimentos não perecíveis a instituições que cuidam de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Esta iniciativa ocorreu após a visitação pública ao Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, que esteve atracado no Porto de Cabedelo nos dias 25 de março e 2 de abril.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Impacto Direto na Comunidade Local

Os beneficiados pela campanha foram as instituições “Casa Pequeno Davi” e “Casa da Criança”, ambas reconhecidas por seu trabalho essencial com crianças e adolescentes através de programas que incluem arte, cultura e suporte familiar. A significativa doação de alimentos não só oferece suporte nutricional essencial para os jovens atendidos, mas também reforça a rede de apoio necessária para a continuidade de suas atividades educacionais e de desenvolvimento.

Uma Ação de Múltiplos Benefícios

A CPPB, enquanto entidade comprometida não apenas com a segurança do tráfego aquaviário mas também com o bem-estar da comunidade paraibana, destacou-se nesta ação que alia responsabilidade social à interação com a sociedade. A iniciativa de arrecadação de alimentos durante a visitação do NAM “Atlântico” demonstra um modelo eficaz de como eventos públicos podem ser transformados em campanhas de grande impacto social.

Compromisso Renovado com a Sociedade Paraibana

Este ato de generosidade da Capitania dos Portos reitera seu compromisso em ser um pilar de apoio dentro da comunidade, especialmente em tempos em que muitas famílias enfrentam desafios econômicos agravados por contextos diversos. Ao fornecer essenciais alimentares, a CPPB não apenas atende às necessidades imediatas, mas também fortalece as fundações para um futuro mais promissor para as crianças da Paraíba.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).