O 9º Batalhão de Polícia do Exército (9º BPE) foi ativado no Comando Militar do Oeste (CMO) com o objetivo de ampliar a capacidade operacional do Exército Brasileiro na fronteira oeste. Criado pela portaria nº 865, de 28 de agosto de 2020, do Comandante do Exército, o Batalhão iniciou suas atividades em 28 de janeiro, na cidade de Campo Grande.

Fruto da reestruturação da 14ª Companhia de Polícia do Exército e da incorporação da 9ª Companhia de Guardas, o 9º BPE conta com uma estrutura reforçada de apoio às operações de Garantia da Lei e da Ordem, interagências, escolta e guarda.

O mais novo Batalhão de Polícia do Exército é composto por mais de 450 militares e cerca de 60 viaturas especializadas, além disso, há o apoio de 12 cães de guerra para auxílio das operações de combate aos crimes transfronteiriços.

A atividade contou com a inauguração do retrato do Comandante da 14ª Companhia de Polícia do Exército (14ª Cia PE), Major Gilliardy Borges da Silva e do Comandante da 9ª Companhia de Guardas (9ª Cia Gd), Capitão Felipe Vaz de Freitas na galeria de antigos comandantes. Foi entregue aos militares o distintivo de Comando e inaugurado o monumento em homenagem aos 46 anos de história da 9ª Companhia de Guardas, desativada hoje.

No Pátio General Plínio Pitaluga, foi realizada a solenidade de assunção de Comando do 9º BPE pelo Tenente-Coronel Francisco Eduardo Cavalcante Holanda. Os antigos comandantes da 9ª Companhia de Guardas (9ª Cia Gd) e 14ª Companhia de Polícia do Exército (14ª Cia PE) aproveitaram o momento para agradecer a oportunidade de comandar.

“Tive o privilégio de assumir o comando da 9ª Companhia de Guardas, em 10 de dezembro de 2020. A partir daí, busquei colocar em prática os exemplos positivos e ensinamentos colhidos ao longo de toda vida e carreira. Agradeço pela confiança depositada em mim, para o exercício do comando, a mais nobre missão da carreira”. Ao final de sua fala, o Capitão Felipe Freitas entoou, junto a tropa, o brado que guiou a 9ª Cia Gd: “A guarda morre! Mas não se rende!”.

O antigo Comandante da 14ª Companhia de Polícia do Exército, Major Borges, em seu agradecimento destacou: “decorridos mais de 71 anos de história, mais uma vez, a Força Terrestre reconhece a relevância da atividade fim, transformando a 14ª Cia PE em 9º Batalhão de Polícia do Exército. Uma verdadeira fusão dos braçais da 14ª Cia PE com 9ª Cia Gd, aumentando, assim, nosso poder de combate para o cumprimento das missões. Chegou o momento de despedir-me desta subunidade, o que faço com profundo sentimento de gratidão. Desejo ao Tenente-Coronel Holanda, Comandante nomeado, muito sucesso e felicidade nesta nobre missão”, finalizou o Major Borges.

Quem assume o Comando do 9º Batalhão de Polícia do Exército é o Tenente-Coronel Francisco Eduardo Cavalcante Holanda. Antes de ser nomeado para assumir o Comando do 9º BPE, o Tenente-Coronel Holanda, da Arma de Infantaria, estava servindo como instrutor da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, sediada no Rio de Janeiro. Nascido em 13 de junho de 1977, na cidade de Curitiba, incorporou às Fileiras do Exército em 11 de fevereiro de 1995, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sediada em Campinas (SP).

Participaram da solenidade o Comandante Militar do Oeste, General de Exército Fernando José Sant’ana Soares e Silva, o antigo Comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, General de Divisão Sérgio Pedro Coelho Lima, o antigo Comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, General de Divisão Carlos dos Santos Sardinha, o Chefe do Centro de Coordenação de Operações do Comando Militar do Oeste, General de Brigada Valério Luiz Lange, o Chefe do Estado-Maior do CMO, General de Brigada Jayro Rocha Júnior e o Antigo Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Oeste, General de Brigada Paulo Roberto.

Fonte: Comando Militar do Oeste

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui