Entre 27 de março e 11 de abril, uma iniciativa significativa foi realizada no Vale do Guaporé, Rondônia, pelo Comando de Fronteira Rondônia/6º Batalhão de Infantaria de Selva, em colaboração com a Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia. O Barco Hospital – Unidade de Saúde Social Walter Bártolo – navegou pelos municípios de Alta Floresta do Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Costa Marques, Pimenteiras do Oeste e São Francisco do Guaporé, levando atendimento médico e odontológico a comunidades frequentemente isoladas e desassistidas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Serviços Prestados e Alcance da Missão

blank

Durante a missão, foram realizados 8.484 procedimentos médicos e odontológicos, beneficiando mais de 40 comunidades, incluindo populações indígenas, quilombolas e ribeirinhas. Esses serviços são vitais em regiões onde o acesso a cuidados de saúde é escasso e muitas vezes não existe, destacando a importância desta missão para melhorar a qualidade de vida nessas áreas.

Ações Integradas para Ampliar o Acesso à Saúde

Esta Ação Cívico-Social é parte de um esforço contínuo do Exército Brasileiro para promover a saúde e o bem-estar das populações mais vulneráveis do país. A utilização do Barco Hospital como plataforma móvel de saúde permite não apenas o tratamento de condições médicas comuns mas também a realização de exames preventivos e educação sanitária, componentes cruciais para a sustentabilidade da saúde pública nas comunidades atendidas.

Contexto Ampliado de Ações Cívico-Sociais

Em um esforço paralelo, a 16ª Brigada de Infantaria de Selva conduziu uma iniciativa similar em Japurá, Amazonas, reiterando o compromisso do Exército em utilizar suas capacidades logísticas para apoiar civis em necessidade. Essas ações não apenas reforçam a presença do Estado em regiões remotas mas também fortalecem a relação entre as Forças Armadas e a sociedade civil.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).