Foto: Neila Rocha - ASCOM/MCTI

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII/MCTI) Organização Social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) anunciou uma colaboração estratégica com a IBM Brasil para dar acesso aos cursos do IBM Skills Academy às Unidades EMBRAPII (centros de pesquisa) presentes em instituições educacionais. A iniciativa faz parte do programa “Trilha para o Futuro” da EMBRAPII/MCTI, cujo objetivo é preparar alunos e professores, do curso técnico à pós-graduação, em carreiras tecnológicas altamente demandadas pelo mercado de trabalho. A expectativa é que, nos próximos cinco anos, mais de 10 mil estudantes possam ser treinados em tecnologias como nuvem híbrida, inteligência artificial, cibersegurança, IoT e computação quântica. O anúncio da parceria foi feito, na quarta-feira (31), pelo ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes

A parceria também traz benefícios à Rede MCTI-EMBRAPII de Inovação em Inteligência Artificial e à Rede MCTI-EMBRAPII de Inovação em Transformação Digital, à medida que aprimora o conhecimento dos profissionais que compõem os ecossistemas em consonância com as demandas do mercado. Segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o Brasil forma 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, mas seriam necessárias 70 mil para atingir a necessidade do mercado. Logo, há um déficit de 24 mil formandos na área de Tecnologia da Informação (TI) a cada ano.

Através do programa IBM Skills Academy, baseado em IBM Cloud, estudantes e professores terão acesso a treinamento e certificações IBM em várias áreas da tecnologia, utilizando conteúdo com curadoria do time global de pesquisadores de IBM Research. Os docentes da rede também terão acesso a sessões de treinamento de instrutores conduzidas pela IBM, para incorporar o conteúdo tecnológico em seus cursos. Medalhistas de destaque, por exemplo, da Olimpíada Brasileira de Matemática, também poderão se beneficiar do modelo em parceria com as Unidades EMBRAPII.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Os cursos serão virtuais e gratuitos, de 75 horas cada, orientados por demandas práticas de mercado e com currículos estruturados majoritariamente em linguagens abertas. Atualmente, há 26 unidades da Embrapii, distribuídas em universidades, institutos federais e estaduais do Brasil.

“A EMBRAPII conta com um programa de aprendizado a partir de experiência real, em que o estudante atua em todas as fases do desenvolvimento de projetos de inovação. Essa colaboração com a IBM – Programa Trilhas para o Futuro – vai potencializar nossas ações de capacitação dos jovens com as habilidades mais solicitadas por diferentes indústrias na área tecnológica”, disse Jorge Guimarães, diretor-presidente da EMBRAPII. ” Com certeza, os cursos da IBM vão contribuir para que os estudantes possam levar suas carreiras para o próximo nível de formação técnico-científica e vão ajudar também professores a ampliar seus conhecimentos e continuar educando as novas gerações de talentos profissionais.”

O programa é baseado na metodologia “Train the Trainer” (T3), na qual especialistas da IBM capacitam professores que irão treinar os alunos, maximizando seu impacto. A plataforma digital da Skills Academy contém laboratórios, palestras, questionários e exame final, bem como casos de uso de indústria com foco na resolução de problemas reais de negócios.

“Na IBM, acreditamos que as colaborações com todo o ecossistema educacional, composto por parceiros, governo, instituições educacionais e setor privado, são fundamentais para posicionar o Brasil em um caminho de crescimento, desenvolvimento e por uma sociedade mais igualitária.”, disse Katia Vaskys, gerente geral da IBM Brasil. “Agentes do ecossistema, como Embrapii e Quantum4 Soluções de Inovação, que apoiaram esta iniciativa, são fundamentais para este objetivo. Vamos ajudar a desenvolver talentos técnicos e futuros líderes que irão acelerar a indústria tecnológica para o bem do país. ”

Sobre IBM Skills Academy
IBM Skills Academy é um programa baseado em habilidades que fornece conteúdo para suportar a necessidade iminente de qualificação e treinamento profissional. O programa se concentra em áreas digitais emergentes, como inteligência artificial, cibersegurança, ciência de dados, blockchain, nuvem e IoT. O programa IBM Skills Academy busca criar sinergia entre negócios e tecnologia dentro das universidades e já alcançou 393 universidades em todo o mundo e, desde seu início, já formou 8.500 professores e emitiu 21 mil badges digitais.

Sobre a EMBRAPII
A EMBRAPII é uma Organização Social com Contrato de Gestão com os Ministérios de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Educação (MEC) e Saúde. A instituição garante, com recursos não reembolsáveis, parte do valor total do projeto da empresa que deseja inovar. Para viabilizar o desenvolvimento, coloca à disposição, do setor empresarial, 65 Unidades EMBRAPII (distribuídas pelo país) – centros de pesquisa de ponta credenciados na rede de inovação. Cerca de 800 empresas já receberam este apoio totalizando o desenvolvimento de mais de 1.000 projetos com R$ 1,6 bilhão em investimentos.

Fonte: EMBRAPII

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).