No período de 16 a 20 de agosto, pilotos e tripulações das Forças Armadas executam treinamento em voo a bordo de helicópteros com emprego de Óculos de Visão Noturna (OVN). O adestramento conjunto, denominado Operação Ricardo Kirk, ocorre no Comando de Aviação do Exército, em Taubaté, São Paulo.

Pela primeira vez, a atividade conta com militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica simultaneamente neste tipo de treinamento.

A atividade em incursão aeromóvel noturna, no contexto de uma situação tática preestabelecida, consiste na segunda fase do treinamento, iniciado em julho. A etapa anterior, entre 25 e 30 de julho de 2021, foi destinada ao nivelamento doutrinário de técnicas, táticas e procedimentos na condução de uma fração de helicópteros em voo, com uso de OVN.

A ação conta com o emprego de militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica operando e padronizando procedimentos em helicópteros modelo H225M, projeto estratégico do Ministério da Defesa.

Em atividade conjunta, pilotos e tripulantes estudaram e estabeleceram uma situação tática figurada, na tarde desta segunda-feira (16), para a aplicação real no dia seguinte do exercício.

Foto: Alexandre Manfrim

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui