No coração do Rio de Janeiro, o Observatório Militar da Praia Vermelha, uma iniciativa da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME) em parceria com o Instituto Militar de Engenharia (IME), inaugurou uma nova área temática focada em “Ciência, Tecnologia e Inovação para a Defesa, Desenvolvimento e Segurança Nacional”. Esta área foi criada para fomentar discussões profundas e análises holísticas sobre as interseções científico-tecnológicas e suas vastas implicações para a doutrina militar brasileira.

Integração Acadêmica e Militar em Foco

Lançada oficialmente no Dia do Exército, 19 de abril, a iniciativa marca um avanço significativo na colaboração entre o IME e a ECEME, consolidando um esforço conjunto que teve início em 2012. Essa parceria tem se fortalecido continuamente, culminando agora na criação de um espaço dedicado no Observatório que amplia a capacidade de comunicação estratégica do Exército Brasileiro e promove a difusão da mentalidade de defesa na sociedade.

Contribuições de Líderes Militares

A inauguração da nova seção foi acompanhada pela publicação de cinco artigos de opinião, escritos por figuras proeminentes no setor de defesa e tecnologia do Exército. Dentre eles, o General de Exército Achilles Furlan Neto e o General Richard Fernandez Nunes destacaram o potencial inovador da parceria e a trajetória impactante do Observatório desde sua criação. Essas contribuições são essenciais para entender tanto a evolução quanto os futuros caminhos da tecnologia militar no Brasil.

Visão Estratégica e Futuro Tecnológico

Os artigos também exploram temas críticos como o futuro das viaturas blindadas e a dualidade da tecnologia em contextos geopolíticos complexos, como apontado pelo General de Divisão Engenheiro Militar Armando Morado Ferreira e pelo General de Divisão Engenheiro Militar Juraci Ferreira Galdino, respectivamente. Essas análises refletem uma compreensão profunda das necessidades contemporâneas de modernização e adequação tecnológica das Forças Armadas.

Impacto e Implicações para a Defesa Nacional

Este novo espaço no Observatório Militar da Praia Vermelha promete ser um ponto de referência para a discussão de políticas, estratégias e inovações que podem definir o futuro da defesa e segurança do Brasil. Ele também se estabelece como um canal vital para a interação entre militares, acadêmicos, e líderes da indústria, incentivando o intercâmbio de ideias que podem transformar os paradigmas de defesa nacional.

Acesso e Engajamento

Para aqueles interessados em profundas análises militares e discussões sobre o futuro da tecnologia na defesa, os artigos e muitos outros conteúdos podem ser acessados diretamente no Portal do Observatório Militar da Praia Vermelha, promovendo um engajamento contínuo e informado com as questões de defesa mais prementes do Brasil.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).