NPqHo “Vital de Oliveira” em atividades de pesquisa na Amazônia Azul

O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico (NPqHo) “Vital de Oliveira” regressou da região da Elevação do Rio Grande e atracou em Santos (SP) no dia 2 de dezembro, concluindo a primeira pernada da Comissão “Comitê Gestor II”, iniciada no dia 8 de novembro.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Durante 24 dias ininterruptos de pesquisa, os 22 pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) embarcados, dentre os quais seis estrangeiros representando o México, a Colômbia e o Zimbábue, realizaram as seguintes tarefas na região: coleta de amostras de solo submarino a 1.510 metros de profundidade; perfilagem dos parâmetros físicos da coluna d’água a 1.496 metros de profundidade; e sondagem de 28.300,19 km² da Amazônia Azul com ecobatímetro multifeixe, perfilador subfundo e magnetômetro.

A segunda pernada da Comissão vem ocorrendo desde 6 de dezembro, quando o navio deu início uma pesquisa científica na Bacia de Santos em apoio à Petrobras. Tanto a CPRM como a Petrobras são partícipes de um Acordo de Cooperação, que envolve ainda a Vale, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, além da Marinha do Brasil.

Lançamento do dispositivo Magnetômetro durante a Comissão “Comitê Gestor II”
Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).