George Blake (Domínio Público)

George Blake, o ex-espião britânico e agente duplo a serviço da União Soviética durante a Guerra Fria, morreu aos 98 anos neste sábado, 26, informaram agências russas. A causa da morte não foi divulgada.

“O lendário oficial de inteligência George Blake faleceu hoje. Ele amava sinceramente nosso país, admirava as façanhas de nosso povo durante a Segunda Guerra Mundial”, disse o porta-voz da inteligência russa, Sergey Ivanov, à agência de imprensa pública TASS.

Ex-membro da resistência holandesa durante a Segunda Guerra e agente do MI6, os serviços de inteligência britânicos durante a Guerra Fria, Blake propôs seus serviços aos soviéticos na década de 1950.

Ele forneceu os nomes de centenas de agentes à KGB – organização de serviço secreto da União Soviética -, alguns deles executados pela inteligência russa, e revelou a existência de um túnel secreto em Berlim Oriental, usado para espionar os soviéticos.

Blake foi denunciado por um agente polonês e condenado em 1961 a 42 anos de prisão no Reino Unido, mas conseguiu fugir cinco anos depois com a ajuda de uma corda e o apoio de seus companheiros de cela.

Leia mais sobre no Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui