Representantes do Ministério da Defesa (MD) do Brasil e do Egito promoveram, entre os dias 5 e 8 de junho, a I Reunião do Comitê de Cooperação Militar Egito-Brasil. No encontro, realizado na sede do Ministério da Defesa egípcio, foram debatidas as diretrizes do “Plano de Cooperação Bilateral entre as Forças Armadas do Brasil e do Egito para o período de 2022 a 2023”.

No âmbito da cooperação militar, os países firmaram entendimentos nas áreas de ensino militar, treinamento conjunto, engenharia militar, saúde, manutenção de equipamentos, produtos de defesa, entre outros.

O Subchefe de Assuntos Internacionais do Ministério da Defesa, General de Brigada Sérgio Rezende de Queiroz, ressaltou a importância de fortalecer relações com países como o Egito: “Essa reunião ajudou na discussão de temas estratégicos na área de Defesa, que representam interesses comuns de cooperação entre as Forças Armadas de ambos países, proporcionando incremento na parceria com esta nação amiga e troca de experiências em diversas áreas militares, intensificando, ainda mais, as relações entre Brasil e Egito”, enfatizou.

A comitiva brasileira foi recepcionada pelo Chefe da Seção de Planejamento Estratégico do Ministério da Defesa do Egito, General de Brigada Yasser Abdel Moez Al-Khatib. A delegação teve a oportunidade, ainda, de visitar complexos industriais da área de Defesa e à Organização Árabe para Industrialização.

Por Ascom
Fotos: Divulgação

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui