Nesta quarta-feira (24), o Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, participou, de forma on-line, da abertura do Encontro Técnico “Segurança Pública: Desafio no Século XXI”. O evento, que se estende até a sexta-feira (25), amplia os debates sobre os caminhos necessários para que a segurança pública seja mais efetiva à população e a todos os atores envolvidos.

“Nos dias de hoje, a atuação dos criminosos é notada pelo confronto direto com as Forças do Estado, empregando armas com grande poder de fogo e sem a menor distinção entre civis ou os que devem proteger os cidadãos. Esses episódios de violência merecem reflexão sobre a necessidade de aprofundar as discussões a respeito de maior proteção jurídica”, destacou o Ministro da Defesa, ao abordar a importância de novas leis, voltadas à proteção da atuação das Forças em situação de combate.

Recentemente, o Governo Federal apresentou ao Congresso Projeto de Lei para garantir a segurança dos agentes do Estado, ao se depararem com situações que configurem a legítima defesa, ou seja, o militar ou profissional da força de segurança deverá estar enquadrado, quando em defesa própria ou de outras pessoas. “Impõe-se, por essa razão, avançar cada vez mais na discussão relacionada aos caminhos que se devem percorrer para, de fato, assegurar a realização das garantias constitucionais dos atores da segurança em todo o território nacional”, explicou o Ministro Braga Netto.

O encontro sobre segurança pública é organizado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e pela Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e Segurança Pública (CSP), em conjunto com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP/RJ) e o Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso. As discussões são abertas a todos, pelo canal do CNMP no YouTube.

Fotos: Igor Soares

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui