Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) foram agraciados, nos meses de setembro e outubro deste ano, com a Medalha da  União Europeia (UE) de Serviço de Política de Segurança e Defesa (CSDP). A condecoração é concedida, mediante avaliação de mérito, para civis e militares que tenham participado de uma Operação de Gerenciamento de Crises liderada pela UE, dentro do escopo do Título V do Tratado da União Europeia.

Receberam a homenagem o Major de Infantaria Gustavo Moura de Oliveira e o Sargento Especalista em Segurança e Defesa Dennys Espíndola. O Major Gustavo Moura recebeu, ainda, a Medalha da Ordem Nacional do Reconhecimento Centro-Africano – Grau Oficial, e o Sargento Dennys, por sua vez, foi agraciado com a Medalha Estrela do Mérito Militar. Essas duas últimas comendas estrangeiras foram concedidas pelo Presidente da República Centro-Africana, Faustin-Archange Touadéra, e servem para recompensar os distintos méritos individuais em benefício da República Centro-Africana.  Os militares, que desempenham funções no Pilar Educação, tiveram agora os seus trabalhos e esforços reconhecidos na European Union Training Mission in Central African Republic (do inglês Missão de Treinamento da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA).

As cerimônias, realizadas no Campo Moana/M´Poko, em Bangui, capital da República Centro-Africana, foram presididas pelo Comandante da EUTM-RCA, General de Brigada Jacques de Montgros, da França. O Major Gustavo Moura ressaltou a importância do evento. “Estas condecorações traduzem o reconhecimento ao esforço dos militares que integram a missão de capacitação das Forças Armadas Centro-Africanas. É uma memória material que consagra toda a dedicação, não somente da preparação como também na representação da FAB e do Brasil durante a missão”, destacou. O Sargento Dennys também relatou sua satisfação em receber a homenagem. “A medalha materializa o reconhecimento de toda a superação dos desafios inerentes ao cumprimento da missão e certifica que as barreiras têm sido transpostas com êxito”, acrescentou.

O Brasil participa da Missão de Treinamento da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA), cuja finalidade é a reforma do setor de defesa da República Centro-Africana. Os militares designados para serem os representantes do Brasil atuam como instrutores do Pilar Educação.

Dessa forma, a missão é capaz de prestar assessoramento aos mais altos níveis decisórios das Forças Armadas Centro-Africanas (FACA), tais como o Ministério da Defesa e o Estado-Maior das Forças Armadas; de educar oficiais, sargentos, cabos e soldados, e de conduzir a preparação, o adestramento e o desdobramento dos Batalhões de Infantaria Territoriais.

A FAB participa dessa missão desde o ano de 2020, e atualmente é representada pelos dois militares de Infantaria que integram a comissão brasileira, junto com mais quatro militares do Exército, sendo inseridos no contingente português da missão por meio de acordo técnico entre os dois países.

Fotos: Arquivo Pessoal

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui