O 11º Campeonato Mundial de Salvamento Aquático aconteceu de 07 a 14/06, na cidade de Amsterdã, na Holanda. O Time Brasil Militar, que participou do campeonato, é composto por Sargentos do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR) das Forças Armadas. Foram conquistadas 22 medalhas: seis de ouro, oito de prata e oito de bronze. Os militares da Força Aérea Brasileira, Sargento Thamy Caretta Ventorin, Sargento Derick De Souza Silva e Sargento Guilherme Rosolen, conquistaram cinco medalhas individuais e sete medalhas por equipe.

O Brasil consagrou-se Vice-Campeão geral na competição, que contou com a participação de 12 países. A seleção militar brasileira ainda bateu o recorde mundial na prova dos 4 x 50m Rescue Medley Feminino e trouxe o título de Vice-Campeão geral feminino. Os militares do efetivo da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) encerraram sua participação no Mundial com saldo positivo.

A Chefe da Modalidade Lifesaving da FAB, Tenente Educadora Física Daniele Cristina Jacovetti, falou sobre a importância do campeonato. “Com as conquistas do Time Brasil Militar, em especial dos atletas da FAB, conseguimos uma visibilidade maior e, apresentar para a sociedade o esporte Salvamento Aquático (Lifesaving) que tem o objetivo, juntamente com os Bombeiros, de salvar vidas, é uma grande satisfação. As provas são simulações de resgate, reanimação e primeiros socorros”, ressaltou.

“A minha participação como membro da Força Aérea foi muito engrandecedora para a minha carreira. Consegui trazer seis medalhas para o Brasil, competir entre os melhores do mundo na modalidade é muito honroso. Estou muito feliz em ajudar a elevar o nível do nosso esporte mundialmente e retribuir para a Força Aérea todo apoio e investimento no esporte”, afirmou o atleta Sargento De Souza.

Fotos: Tenente Daniela Jacovetti / Acervo do Atleta

Marcelo Barros, com informações e imagens da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui