Entre os dias 06 e 10 de novembro de 2023, a Organisation for the Prohibition of Chemical Weapons (OPCW), em parceria com o Governo da Espanha, conduziu um curso avançado voltado para a resposta a emergências envolvendo agentes químicos e tóxicos em cenários não convencionais. O treinamento ocorreu em Múrcia, Espanha, destacando-se pela relevância e pela atualidade do tema abordado.

Participação Brasileira no Curso Internacional

Representando o Exército Brasileiro, o 1º Tenente Philippe Domingues Matos, da Companhia de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (Cia DQBRN), e o 1º Sargento Djalma Martins Junior, da Escola de Instrução Especializada (EsIE), integraram o grupo de especialistas no curso. Ambos são militares com formação especializada em DQBRN, a área de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Diversidade dos Instruendos

O curso reuniu participantes de diversos países da América do Sul e do Caribe, incluindo Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Panamá, Paraguai e Uruguai, totalizando 16 instruendos. A diversidade dos participantes proporcionou um rico intercâmbio de experiências e conhecimentos entre as nações representadas.

Importância da Capacitação

Este treinamento enfatiza a importância de estar preparado para situações de emergência que envolvam substâncias perigosas, uma capacidade essencial para as forças armadas em um mundo onde tais ameaças persistem. A participação dos militares brasileiros no curso não só reforça a competência nacional em DQBRN, mas também contribui para a cooperação internacional em segurança e defesa.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).