q concursos marinha

A Marinha do Brasil anunciou a abertura de um concurso para preencher 600 vagas nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAMs), com oportunidades para ambos os sexos. Das vagas ofertadas, 504 são destinadas a homens e 96 a mulheres. O concurso é voltado para candidatos com ensino médio completo ou em fase de conclusão, e que tenham entre 18 e 21 anos até 30 de junho de 2025.

Especializações e Duração do Curso

Os candidatos selecionados terão a opção de escolher uma especialização nas áreas de eletroeletrônica, apoio ou mecânica. O curso de formação de marinheiros tem a duração de 48 semanas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Salários e Benefícios

Durante o período de capacitação, os ingressantes receberão um salário de R$ 1.303,90 mensais, além de assistências médico-odontológica e psicológica. Após a conclusão do curso, os salários dos marinheiros formados serão de R$ 2.294,50.

Gratuidade na Inscrição

Candidatos que fazem parte de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal ou que são doadores de medula óssea podem solicitar isenção da taxa de inscrição até 2 de fevereiro por via postal e até 5 de fevereiro presencialmente.

Processo Seletivo

A prova objetiva será realizada em 13 de abril de 2024, abrangendo questões de língua portuguesa, matemática, física, química e língua inglesa. As demais etapas do certame ocorrerão entre junho e agosto, com o objetivo de iniciar o curso de formação em janeiro de 2025.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).