Hoje, 23 de junho, celebramos o aniversário de nascimento do Major-Brigadeiro do Ar Lysias Augusto Rodrigues, um verdadeiro herói da aviação brasileira. Patrono do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER) e pioneiro do Correio Aéreo Nacional (CAN), Rodrigues foi um defensor incansável da aviação como instrumento de integração nacional, protagonizando momentos históricos e gloriosos para a Aeronáutica Brasileira.

Contribuições para a Aviação

Início do Correio Aéreo Militar (CAM) e evolução para o Correio Aéreo Nacional (CAN)

O Major-Brigadeiro Lysias Augusto Rodrigues teve um papel fundamental no início das operações do então Correio Aéreo Militar (CAM), que mais tarde evoluiu para o Correio Aéreo Nacional (CAN). Sua visão e liderança foram cruciais para o estabelecimento de uma rede de transporte aéreo militar que conectou regiões remotas do Brasil, facilitando a comunicação e o transporte de suprimentos vitais.

Implantação de campos de pouso no interior do Brasil

Um dos maiores feitos de Rodrigues foi a implantação de campos de pouso no interior do Brasil. Este esforço hercúleo permitiu que aeronaves pudessem operar em áreas anteriormente inacessíveis, promovendo a integração do território nacional. A criação dessas infraestruturas não apenas ajudou a estabelecer rotas aéreas seguras, mas também incentivou o desenvolvimento local e a conectividade entre as regiões.

Desenvolvimento de novas rotas aéreas, incluindo a rota entre Estados Unidos e América do Sul

Rodrigues foi pioneiro no desenvolvimento de rotas aéreas que conectaram o Brasil ao resto do mundo. Uma de suas maiores contribuições foi a abertura de uma nova rota entre os Estados Unidos e a América do Sul, passando pelo interior do Brasil. Esta rota estratégica não só fortaleceu as relações internacionais, mas também posicionou o Brasil como um hub importante no tráfego aéreo global, ampliando as possibilidades comerciais e diplomáticas.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui