A Helibrás, líder no fornecimento de helicópteros militares e civis, alcançou um marco histórico na Fidae 2024 ao celebrar as 50.000 horas de voo da frota H225M operada pelas Forças Armadas Brasileiras. Este feito não só demonstra a durabilidade e a confiabilidade dos helicópteros H225M, mas também sublinha a profunda confiança que as Forças Armadas depositam nos produtos e serviços da Helibrás.

Versatilidade e Eficiência do H225M

O H225M é um helicóptero multifuncional que tem sido empregado em uma variedade de missões críticas, incluindo resgate, salvamento de vidas, e transporte logístico. Sua capacidade de operar em condições adversas o torna ideal para missões como a Operação Escudo Yanomami, onde é indispensável para a execução de operações de segurança e proteção territorial.

Compromisso com Excelência e Inovação

blank

A Helibrás reafirma seu compromisso de continuar a evoluir e fornecer tecnologia de ponta para as Forças Armadas Brasileiras. A empresa garante que o Brasil esteja bem equipado para enfrentar os desafios de segurança nacional, promovendo não só a eficácia operacional mas também a segurança dos operadores e pessoas servidas por estas missões.

Proteção e Serviço à Nação

As 50.000 horas de voo simbolizam mais do que apenas um marco técnico; representam a contribuição significativa da Helibrás para a capacidade defensiva do Brasil. Cada hora de voo do H225M contribui para a proteção e o serviço ao país, assegurando que as Forças Armadas possam cumprir suas missões mais desafiadoras com confiança.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).