blank

Google News

A Guarda Portuária da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) participou, pela primeira vez, do XVI Curso de Gerenciamento e Negociação em Crises (GNC), ministrado pelo Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (COT/DIREX/PF). O treinamento aconteceu no período de 2 a 13 de maio, em Brasília/DF.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

O superintendente da Guarda Portuária, José Tadeu Diniz, representou a Autoridade Portuária, responsável pela administração dos Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, a convite da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), que vem buscando a capacitação contínua dos integrantes das comissões estaduais (Cesportos) para os desafios da segurança pública nos complexos portuários nacionais.

Durante as 86 horas de aulas práticas e teóricas, os alunos – em sua maioria policiais e delegados federais – adquiriram conhecimento sobre a doutrina de Gerenciamento de Crise, de caráter científico, além de técnicas de negociação. “Foi um treinamento imersivo de grande valia na preparação das forças de segurança, visando uma atuação eficiente em ocorrências extremas que coloquem em risco a vida de outras pessoas, evitando atitudes e desempenhos amadoristas e a perda de controle da situação”, ressaltou José Tadeu Diniz.

Para o superintendente, o curso foi uma excelente oportunidade de aprimorar sua liderança na Guarda Portuária: “Foi um grande aprendizado acerca de condutas preventivas, proativas e protetivas no gerenciamento de crises, que contribuirá muito na nossa missão de manter o sistema de prevenção e repressão a atos ilícitos nos portos e no cumprimento da legislação nacional e do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code)”.

Fonte: CDRJ