Google News

Por Laylla Nepomuceno

Nesta segunda-feira (23), às 12h54 (horário de Brasília), o avião de transporte KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), pousou em Porto Príncipe, Haiti, levando ajuda humanitária ao local que foi atingido por terremotos e ciclone na última semana.

A aeronave transportou cerca de 10,5 toneladas de materiais e equipamentos de emergência, medicamentos e insumos para atendimento de saúde, além de bombeiros que irão atuar nos locais afetados. A iniciativa é um esforço conjunto dos Ministérios da Justiça e Segurança Pública (MJSP), da Defesa (MD), das Relações Exteriores (MRE), da Saúde (MS) e do Desenvolvimento Regional (MDR).

blank

A delegação brasileira foi recebida no Aeroporto Internacional de Porto Príncipe pela Encarregada de Negócios da Embaixada do Brasil no Haiti, Marissol Romaris. De acordo com a representante, a chegada da ajuda brasileira é um gesto de solidariedade que irá contribuir com a população: “O Brasil tem um histórico conosco, principalmente, nesse tipo de socorro. Esperamos, além do auxílio, salvar vidas”, disse.

blank

Apoio Estratégico

As operações com o apoio do Brasil no Haiti serão executadas por 32 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), de Minas Gerais (CBMMG) e da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP). Com eles, seguem dois cachorros treinados para atuar em busca e salvamento. Os agentes permanecerão no País por cerca de três semanas, com o objetivo de prestar apoio humanitário.

blank

Quinze desses militares participaram, em 2019, das buscas em Brumadinho (MG), por ocasião do rompimento da Barragem Córrego do Feijão no Estado. Além disso, outros quatro membros da FNSP atuaram em missão humanitária em Moçambique, no mesmo ano. A experiência e expertise anterior dos militares foi levada em consideração para a composição da Missão Humanitária Multidisciplinar em apoio ao Haiti.

O Coronel Bombeiro Militar Marcelo Teixeira Dantas, Comandante da Missão, relata que a atribuição inicial da equipe é realizar buscas e resgates em estruturas colapsadas. “A capacitação técnica do nosso pessoal é o diferencial”, afirmou.

O Sargento Natanael Ronerston Kovalski, da Força Nacional de Segurança Pública, é especializado em busca, salvamento e atendimento pré-hospitalar. Ele relata estar ansioso para o novo desafio: “A expectativa é poder empregar o máximo de recursos humanos e materiais em prol da população haitiana”, disse.

Integrando Forças

O apoio logístico das Forças Armadas na ação interministerial do Governo Federal possibilitou a pronta-resposta à solicitação do Governo do Haiti. A aeronave da Força Aérea Brasileira tem previsão de chegada a Brasília às 07h de quarta (24).

Fotos: Wilhan Campos | CECOMSAER