Foi encerrada neste domingo (10/04) a edição 2022 da Feira Internacional de Aeronáutica e Espaço (FIDAE), realizada desde o dia 5 de abril em Santiago, no Chile. A exposição estática do KC-390 Millennium do Esquadrão Zeus levou cerca de 2.000 pessoas a entrarem na aeronave para fazer fotos e tirar dúvidas.

Já a Esquadrilha da Fumaça encantou e surpreendeu o público com suas manobras e, em especial, com a escrita “FIDAE 2022” formada por fumaça no céu azul desse domingo.

i2241016230008595Após quatro anos de pausa em sua trajetória de 42 anos desde a criação, a edição 2022 da FIDAE reuniu mais de 400 empresas e instituições ligadas à aviação militar e civil e ao setor de Defesa de 45 países.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

“As principais interações do mundo aeronáutico acontecem nesse tipo de feira e isso ficou muito prejudicado com os dois anos de pandemia. Por isso, poder voltar à FIDAE é de muita importância”, destaca o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, que esteve em Santiago ao longo da semana visitando estandes e reunindo-se com representantes de empresas.

A FIDAE é considerada a maior feira do setor aeroespacial da América Latina e é realizada normalmente de dois em dois anos.Fotos: Tenente Emília Maria / CECOMSAER

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).