No último 26 de março, a Fundação de Estudos do Mar (FEMAR) realizou uma atividade educativa crucial, o projeto “Água dos Oceanos”, que ocorreu na E. M. João de Deus, situada na Penha Circular, Rio de Janeiro. Este evento faz parte de uma série de ações destinadas a fomentar a consciência marítima entre os jovens, essencial para o desenvolvimento sustentável e a preservação ambiental.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Alcance e Impacto do Projeto

blank

Reunindo mais de 175 estudantes do 1° ao 5° ano do ensino fundamental, o projeto visou instilar uma apreciação pela biodiversidade marinha e a importância crítica dos oceanos na sustentação da vida terrestre. Através do segmento “Protetores dos Oceanos”, os alunos foram introduzidos aos conceitos de biodiversidade, conservação da água e as consequências devastadoras da poluição marinha.

Parceria Estratégica com “Ilhas do Rio”

A colaboração com o “Ilhas do Rio” permitiu uma abordagem rica e variada na educação ambiental marinha. Utilizando recursos didático-pedagógicos diversificados, incluindo a coleção de zoologia do Museu Nacional, jogos educativos e vídeos informativos, o projeto ofereceu uma experiência imersiva sobre a vida marinha nas Ilhas Cagarras (MONA Cagarras) e suas águas adjacentes.

Objetivos e Aspirações do PROATICONS

O “Água dos Oceanos” é uma iniciativa do Projeto Atividades de Conscientização (PROATICONS), que se dedica a promover entre os estudantes das escolas municipais do Rio de Janeiro a conscientização sobre o papel fundamental dos oceanos. Além de educar sobre a maritimidade, o PROATICONS busca despertar um compromisso ativo com a preservação ambiental, alinhando-se com o Dia Mundial da Água para reforçar a mensagem de que a vida humana depende intrinsecamente da saúde dos nossos oceanos.

Chamada para Ação

O engajamento da FEMAR e seus parceiros destacam a urgência e a necessidade de programas de educação ambiental que preparem as futuras gerações para os desafios de conservação que enfrentamos. Ao equipar jovens com o conhecimento e o respeito pelos sistemas marinhos, o “Água dos Oceanos” não só educa mas também inspira ações concretas para um futuro mais sustentável.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).