Google News

O volume de cargas movimentadas no comércio internacional pelos aeroportos brasileiros alcançou 625,7 mil toneladas até agosto – recorde da série histórica da Anac, iniciada em 2000. Em relação a 2019, o número representa alta de 13,5%. Parte da demanda é explicada pela falta de contêineres marítimos, modal mais barato do que a aéreo. A receita das companhias aéreas com carga neste ano já supera a registrada em 2019.

Transporte de carga aérea bate recorde

A Latam, líder desse mercado no Brasil, teve no segundo trimestre crescimento de 37,5% na receita de carga global na comparação com igual período de 2019. A Air France-KLM inaugurou uma rota semanal exclusivamente cargueira entre São Paulo e Paris.

Fonte: Valor