blank

Superação, espírito de corpo e coragem são algumas das expressões que fazem parte do dia a dia dos 208 cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), que concluíram, nessa sexta-feira (08/07), mais uma etapa rumo à realização de um sonho: tornar-se Oficial da Força Aérea Brasileira (FAB). Em cerimônia militar conduzida pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, a Instituição de Ensino realizou a entrega dos espadins aos integrantes da Turma Ártemis, símbolo que representa coragem, lealdade, honra, dever e pátria e que irá acompanhá-los ao longo dos quatro anos de formação.

blank

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A solenidade foi prestigiada, ainda, pelo Ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; pelo Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Augusto Heleno Ribeiro Pereira; pelo Comandante da Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; pelo Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; pelo Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Laerte de Souza Santos; por Oficiais-Generais da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Aeronáutica; de ex-Ministros de Estado; dentre outras autoridades militares e civis.

Em seu discurso aos novos Cadetes, o Comandante da FAB destacou a representatividade do ato. “Pudemos observar durante a entrega dos espadins a cada um dos bravos cadetes do primeiro esquadrão os olhares e gestos emocionados dos familiares que contribuíram de forma determinante para a conquista desses jovens. Tenham certeza de que toda dedicação e coragem dispensadas tornaram este momento possível. Como Comandante da Força Aérea Brasileira, parabenizo também os instrutores e toda equipe desta respeitada Academia da Força Aérea por seus esforços na formação dos nossos futuros líderes”, pontuou o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior.

blank

Por sua vez, o Comandante da AFA, Brigadeiro do Ar Marcelo Gobett Cardoso, ressaltou que a cerimônia coroa e finaliza um ciclo importante para a formação dos cadetes. “Uma cerimônia que é tão tradicional para a Instituição, que é o início da vida do cadete da Força Aérea, seu primeiro ano. Esse ano, os integrantes da Turma Ártemis receberam seus espadins e esse é um momento que ficará na memória deles por um longo tempo, até mesmo depois de formados. Agora, mais uma importante fase começa e ainda mais desafiadora”, disse o Oficial-General.

Simbologia

blankA turma Ártemis é composta por 208 cadetes, sendo 133 cadetes aviadores, 46 intendentes e 29 de infantaria da Aeronáutica, e dois cadetes de Nações Amigas: um paraguaio e um da República do Benin. Emocionada, a Cadete Aviadora Stephany Lima Cabral comemorou o momento. “Receber o espadim para mim é uma alegria enorme e me faz lembrar de tudo o que eu tive que passar para poder chegar até aqui. Para mim é uma felicidade gigantesca”, garantiu.

Para o Cadete Intendente Homero Henrique Nepomuceno Bortolussi, receber o símbolo do Cadete da Aeronáutica fez todos os esforços valerem a pena. “A cerimônia do espadim é uma coroação de vários anos de esforço e dedicação à Força Aérea Brasileira, aos estudos, de noites mal dormidas que simbolizam o nosso desejo de servir a Pátria e de cumprir nossa missão”, comentou.

blank

A alegria de concluir mais uma etapa também estava estampada no rosto do Cadete de Infantaria Pedro Alexandre Carvalho Vieira. “Eu estou muito feliz, muito agradecido por tudo, muito feliz nesse dia maravilhoso, muito alegre”, concluiu.

Academia da Força Aérea

blank

A AFA é o órgão de ensino superior do Comando da Aeronáutica que tem por missão formar Oficiais de carreira, tendo entregue, até hoje, mais de 10 mil Oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria, sendo 7.431 Aviadores, 2.430 Intendentes, 606 oficiais de Infantaria da Aeronáutica e 209 Oficiais de Nações Amigas. O ensino na Instituição desenvolve-se por um período de quatro anos, abrangendo as áreas de instrução militar e doutrinária, ensino científico e ensino técnico especializado, além do treinamento físico.

Na AFA, o Cadete desenvolve e aprimora seus atributos intelectuais, éticos, morais e físicos, para que ao final de sua formação, já como Oficial, seja um verdadeiro líder, de capacidade e eficiência à altura dos padrões de que o Brasil necessita.

Fotos: Suboficial Nery / CECOMSAER

Vídeo: Sargento Ronan / CECOMSAER