Os principais nomes da ginástica nacional agora integram o time da Força Aérea Brasileira (FAB). A cerimônia de encerramento do Estágio de Adaptação de Praças (EAP) da Turma de Atletas de Alto Rendimento foi realizada na segunda-feira (27/06) pela Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) e marcou a formatura de 70 sargentos de 2° classe, que representarão a Força Aérea nos campeonatos nacionais e internacionais.

O evento, realizado de forma remota, contou com a participação do Vice-Presidente da CDA, Coronel Aviador Alessandro da Costa Borges; do Chefe da Divisão de Desportos Militares, Coronel Aviador Ricardo Miguel da Conceição; e do Chefe da Divisão de Educação Física Militar, Major de Infantaria Marcus Vinícius Fontes.

i2262714053005019Equipe reforçada

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Após serem aprovados em todas as etapas do processo seletivo deste ano, juntaram-se à equipe da FAB: Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Lorraine Oliveira, Vinícius Panini, Guilherme Kurtz, Felipe Vinícius dos Santos, dentre outros nomes de ponta do esporte brasileiro.

O Coronel Ricardo Miguel falou sobre a importância da incorporação destes atletas para a FAB. “Todos eles foram selecionados com critérios rigorosos, que tinham como objetivo filtrar os melhores em cada uma das modalidades que a CDA gerencia. Essa incorporação é muito importante, pois eles representarão nossa Instituição nas próximas competições, com boas chances de conquistas de medalhas para o nosso país”, afirmou.

Ingresso como atleta da FAB

i2262714052504053Para o atleta interessado em ingressar no programa é necessário que participe, voluntariamente, do processo de seleção, por meio dos editais disponibilizados no site da FAB.

Um dos requisitos é que o atleta tenha bons resultados e tenha participado de competições nacionais e internacionais em sua modalidade. Também é necessário participar de todas as etapas do cronograma do edital, tais como inscrição, concentração inicial, inspeção de saúde, concentração final e habilitação à incorporação. Após o parecer final apto em todas as etapas, o atleta iniciará o Estágio de Adaptação para Praças (EAP) com a duração de duas semanas, onde aprenderá sobre Regulamentos Militares, Ordem Unida, Mídia Training, Ética Profissional Militar, Estatutos Militares, História da Aeronáutica, Legislações Militares, entre outros assuntos.

Após o término do Estágio, concluído com a cerimônia de encerramento, o atleta torna-se Terceiro Sargento do Quadro de Sargentos da Reserva de Segunda Classe Convocados (QSCon), pertencente à Comissão de Desportos da Aeronáutica. Sendo assim, deverão cumprir com responsabilidade todas as missões da Instituição.

A participação em competições civis e militares é de extrema importância para o militar, pois a partir de seu rendimento técnico e profissional será realizado o seu reengajamento.

Fotos: Tenente Daniele Jacovetti / Aspirante Allan / Arquivo

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).