Entre os dias 05 e 15 de março de 2024, a Força Aérea Brasileira (FAB) participou do renomado Exercício Operacional Storm Flag, realizado na cidade de Alexandria, estado de Louisiana, Estados Unidos. Uma comitiva de 25 militares, englobando membros do Esquadrão Zeus, do Esquadrão Gordo e do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR), marcou a presença brasileira neste importante evento internacional.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

KC-390 Millennium: A Espinha Dorsal da Missão

A aeronave KC-390 Millennium, pertencente ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, foi a escolhida para representar a FAB, destacando-se pela sua versatilidade e capacidade operacional. Este evento representou uma excelente oportunidade para demonstrar as capacidades únicas do KC-390 no cenário global, além de reforçar a posição do Brasil como uma nação com significativa expertise em aviação de transporte militar.

Objetivos e Realizações

blank

O principal objetivo da participação da FAB no Storm Flag foi o de fortalecer a interoperabilidade e parceria estratégica entre a Força Aérea dos Estados Unidos e a FAB, contribuindo significativamente para o aprimoramento das Táticas, Técnicas e Procedimentos (TTP) relacionados ao emprego da aviação de transporte em cenários de conflito. Este exercício serviu como um palco para o intercâmbio de experiências valiosas, promovendo o desenvolvimento conjunto e a evolução da doutrina operacional.

Visão do Comando

Segundo o Comandante do Esquadrão Zeus, Tenente-Coronel Aviador Bruno Américo Pereira, a experiência adquirida no Storm Flag é de inestimável valor para o desenvolvimento das capacidades operacionais do KC-390 Millennium. A participação no exercício permitiu não apenas projetar a aeronave em um palco internacional, mas também adquirir um entendimento profundo de seu potencial operacional pleno, essencial para a evolução da doutrina de seu uso seguro e eficaz.

Significado Estratégico

A participação da FAB na Operação Storm Flag vai além do desenvolvimento técnico e operacional; ela simboliza o compromisso do Brasil com a cooperação internacional e a manutenção da segurança, defesa e estabilidade regional e global. Ao atuar em conjunto com forças aéreas de outros países, a FAB reafirma sua capacidade de contribuir efetivamente para missões internacionais, destacando o Brasil no cenário de defesa mundial.

O Exercício Storm Flag reforça a importância da colaboração e do aprendizado mútuo entre nações aliadas, demonstrando que a união de esforços é fundamental para enfrentar os desafios contemporâneos de segurança e defesa. A FAB retorna deste exercício não apenas com experiências enriquecedoras, mas também com laços fortalecidos com seus parceiros internacionais, pronta para enfrentar os desafios futuros com maior eficácia e cooperação.

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).