O Comando Conjunto Ágata Fronteira Norte realizou, nesta terça-feira (26)  mais uma ação de assistência humanitária em apoio às comunidades indígenas da TIY. Uma indígena da comunidade de Demini, a 320 quilômetros de Boa Vista (RR), precisou de Evacuação Aeromédica (EVAM), após complicações no trabalho de parto.

Antes da remoção, um ginecologista da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) passou as orientações à técnica de enfermagem local para a estabilização do quadro da paciente até o início da EVAM.

Imagem do WhatsApp de 2023 09 28 as 06.07.35

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

De acordo com a militar médica que participou da missão, a gestante havia acabado de realizar trabalho de parto e estava apresentando complicações no pós parto imediato. “Todas as manobras para a retirada total da placenta já tinham sido feitas e não foram suficientes. Considerando o risco de evolução para hemorragia uterina, houve o acionamento da remoção para dar o suporte mais avançado necessário no momento, evitando qualquer tipo de complicação ou de risco para a vida da paciente.”, ressaltou a Ten Médica Ludmila.

A evacuação foi realizada em aeronave das Forças Armadas, exigindo grande capacidade operacional devido à distância da localidade. Além disso, todo atendimento clínico foi executado com acompanhamento de militares de saúde, em função do estado da paciente. Após o pouso da aeronave em Boa Vista, a mãe foi transferida para uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e conduzida para atendimento médico especializado.

A Operação Ágata Fronteira Norte é uma operação conjunta coordenada entre Órgãos de Segurança Pública, Agências e Forças Armadas, estabelecida pelo Decreto Nº 11405, de 30 de janeiro de 2023, alterado pelo Decreto nº 11.575, de 21 de junho de 2023.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).