Resende (RJ) – É bom estar entre amigos. Na semana em que se comemorou o Dia do Amigo, a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) reuniu velhos camaradas de farda, eternizados e fortalecidos no espírito de corpo e na camaradagem em um encontro histórico, da Turma Olavo Bilac (1980).

Um dia Cadetes, sempre Cadetes, eles retornaram à AMAN no sábado, dia 23 de julho, para celebrar mais um aniversário. A recepção aos veteranos e muitos ainda na ativa, contou com a presença de mais de 200 pessoas, entre os militares e seus convidados.

Dentre as autoridades, o Comandante da AMAN, General de Brigada João Felipe Dias Alves recepcionou as autoridades: o Ministro de Estado da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; o Comandante do Exército, General de Exército Marco Antônio Freire Gomes; o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Laerte de Souza Santos; o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Flávio Marcus Lancia Barbosa; o Antigo Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antônio Amaro dos Santos; o Chefe do Centro de Comunicação Social do Exército, General de Divisão José Ricardo Vendramin Nunes; o Diretor de Educação Superior Militar General de Divisão Ricardo Piai Carmona; General de Divisão Engenheiro Militar Bráulio de Paula Machado; General de Divisão Engenheiro Militar Macedo Eschiletti Caldas Rodrigues; General de Divisão Márcio Roland Heise, dentre Coronéis PTTC e da reserva. O Comandante da AMAN, General Felipe demonstrou honra e alegria em receber os presentes na instituição.

Em seguida, todos se dirigiram ao Teatro General Leônidas, onde o General Freire Gomes usou a palavra e salientou que o encontro é uma oportunidade e sinônimo de honra e gratidão, pois são valores aprendidos aqui e que nunca são esquecidos pelos eternos Cadetes. São irmãos por escolha que se conheceram desde a chegada na Escola Preparatória de Campinas-SP.

Na sequência, General Felipe, ressaltou a importância do encontro e as atualizações sobre a Academia Militar aos eternos Cadetes, dentre eles, o ingresso das mulheres na Linha de Ensino Bélico.

Logo após, o Capelão Militar Padre Lucas deu a bênção aos presentes, adiante solicitou um minuto de silêncio em homenagem aos integrantes da turma já falecidos.

O General Paulo Sergio foi o orador da Turma e destacou ser um momento muito especial conseguir reunir boa parte dessa turma histórica.

Dando continuidade à solenidade, os presentes assistiram a um vídeo dos tempos de formação, cantaram a canção da Academia, apresentada pela Banda de Música do Batalhão Agulhas Negras, e se deslocaram para o Pátio de Formatura dos Cadetes, Marechal Mascarenhas de Moraes, para a inauguração da placa da turma. No caminho, muitos abraços, sorriso e satisfação pelo reencontro. Coube ao General Amaro, fazer a leitura de um discurso. “Mais importante que registrar numa placa de bronze nosso encontro, esse momento tem o objetivo de valorizar a trajetória e o legado de homens abnegados”.

Em seguida, todos marcharam no Pátio de Formatura dos Cadetes, Marechal Mascarenhas de Moraes para uma confraternização.

Mais um Encontro de Turma realizado com êxito e com a certeza de que essa Academia Militar reserva e cativa valores caros de irmandade. Os próximos Encontros de Turma estão previstos para os meses de setembro e dezembro.

Fonte: Academia Militar das Agulhas Negras
Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui