blank
Foto: CDRJ

Google News

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária responsável pela administração dos Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, esteve representada por sua diretoria na 3ª edição do Prêmio Portos + Brasil, hoje (23), no Clube Naval, em Brasília.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

O diretor-presidente da Docas do Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, e o diretor de Negócios e Sustentabilidade, Jean Paulo Castro e Silva, foram convidados para o evento, em que os melhores portos públicos do Brasil serão premiados pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) por desempenho. Foram avaliados todos os 36 portos públicos existentes, além dos portos privados em suas categorias específicas.

Neste ano, o Prêmio Portos + Brasil conta com nove categorias. São elas: Execução de Investimentos Planejados; Variação do Lucro Operacional (margem Ebitda); Ranking do Índice de Gestão da Autoridade Portuária (Igap); Crescimento da Movimentação Portos Públicos; Crescimento da Movimentação Granel Sólido Agrícola; Crescimento da Movimentação Granel Sólido Mineral; Crescimento da Movimentação Granel Líquido; Crescimento da Movimentação Container; e Avanço no Igap.

Na 1ª edição do Prêmio Portos + Brasil, em 2020, a Docas do Rio foi a 2ª colocada na categoria “Variação do Lucro Operacional (margem Ebitda)”, com crescimento de 424% na comparação do desempenho do ano de 2019 com o ano de 2018.