blank

O Diretor de Administração do Pessoal (DIRAP), Major-Brigadeiro do Ar Fernando César da Costa e Silva Braga, e oficiais que integram a equipe da DIRAP, receberam, no dia 19/07, a comitiva da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (DATAPREV) com o intuito de formarem uma aliança para otimizar e automatizar processos de Prova de Vida e de Gestão da Vinculação dos Militares, inclusive no que tange à Desvinculação Militar da Reserva não Remunerada.

De acordo com o Diretor de Administração do Pessoal, a parceria consiste em solucionar, por meio da integração entre os sistemas das organizações, processos ainda manuais e tratar, de forma automática, inconsistências nas diversas bases de dados envolvidas. “Estamos fazendo o possível para realizar uma transformação histórica na vida de veteranos e pensionistas da FAB. A prova de vida agora é automática e cada vez mais precisa, sem a necessidade de o veterano ou pensionista sair de casa para cumpri-la. A parceria com a DATAPREV irá proporcionar um grande salto na resolução desse processo e também na desvinculação de militares da reserva não remunerada. Com ela, conseguiremos realizar a revisão de milhares de dados da base do Comando, cruzar de forma mais eficiente com as bases públicas e eliminar qualquer dado inconsistente do Estado Brasileiro”, destacou.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

blankAinda neste mês de julho, a DIRAP lançou, em parceria com o Centro de Computação da Aeronáutica do Rio de Janeiro (CCA-RJ), uma nova tecnologia capaz de realizar a Prova de Vida automaticamente, conforme regras de negócio baseadas em análise de risco realizada pela Subdiretoria de Veteranos e Pensionistas (SDVP) e no cruzamento de dados de diversos outros sistemas governamentais.

Com a efetivação da integração entre os sistemas, o processo da Prova de Vida Inteligente, como é chamado, ficará totalmente automatizado, diminuindo ainda mais os atendimentos presenciais e os procedimentos administrativos mensais. Parte da proposta solucionará também outro processo, atualmente mecânico, que é o de desvinculação de militares da reserva não remunerada da FAB.

Esta conexão possibilitará de forma mais flexível, dinâmica e precisa, o cruzamento de dados da base do Comando da Aeronáutica junto a base de dados do Gov.br, eliminando a dependência exclusiva da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), o risco de falhas de informação, demora na sincronização dentre outras melhorias. Facilitando assim, a comprovação de desvinculação para assumir cargos públicos, contagem de tempo de serviço ou contribuição para fins de aposentadoria perante o INSS e recebimento de benefícios, como abono salarial, auxílio emergencial e outros.

blank

Segundo o Diretor de Relacionamento e Negócio da DATAPREV, Alan do Nascimento, a parceria proposta abre espaço para melhoria dos serviços e controles por parte da Aeronáutica. “Isso permite à DATAPREV integrar as informações ao contexto das políticas Trabalhista, Previdenciária e Assistencial, beneficiando os colaboradores e ex-colaboradores da Aeronáutica”, informou.

Relação Anual de Informações Sociais 

blankRAIS é a sigla para Relação Anual de Informações Sociais. Trata-se de um relatório fornecido ao Ministério do Trabalho por todo estabelecimento sediado no país, instituído pelo Decreto 76.900, de 23/12/1975. É por meio desse relatório que o Governo Federal tem acesso a dados para elaboração de estatísticas relacionadas ao trabalho e outras demandas, como: fiscalizar o cumprimento da legislação trabalhista no país; controlar os registros do FGTS; monitorar os Sistemas de Arrecadação e de Concessão e Benefícios Previdenciários; realizar estudos técnicos de natureza estatística e atuarial; identificar o trabalhador com direito ao abono salarial PIS/PASEP.

DATAPREV

A DATAPREV é uma empresa pública que fornece soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação para o aprimoramento e a execução de políticas sociais do Estado brasileiro. Se tornou uma referência de qualidade no processamento e no tratamento de grandes volumes de dados. Guarda e faz a gestão, por exemplo, do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que permite a concessão automática de vários direitos sociais, como aposentadorias ou salário-maternidade.

Fotos: Sargento Rocha / DIRAP