Google News

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) realizou, de 2 a 4 de agosto, o Webinar Integrado de Segurança Operacional. A atividade, que teve a parceria da Concessionária RIOgaleão, buscou a troca de experiências e de informações, visando a eficiência e a integração das operações aeroportuárias e de navegação aérea do Rio de Janeiro (RJ).

Transmitido pela primeira vez em formato virtual, o evento reuniu diversos segmentos da comunidade aeronáutica nacional e internacional, como provedores dos serviços de navegação aérea, autoridades reguladoras, órgãos governamentais e usuários do espaço aéreo.

Na abertura do evento, o Diretor-Geral do DECEA, Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, ressaltou a importância das instruções para o aperfeiçoamento dos profissionais. “Os assuntos apresentados trazem o aumento da consciência situacional blankdos agentes envolvidos com a aviação, bem como a consolidação das ações relacionadas à segurança operacional, contribuindo para ratificar a posição do Brasil como referência global na aviação mundial”.

O Oficial-General destacou, ainda, os investimentos em tecnologia realizados pela Força Aérea Brasileira (FAB). “O DECEA não parou. Demos seguimento aos projetos que precisavam ser implantados e que estavam planejados, como a implantação dos radares em Corumbá, Porto Murtinho e Ponta Porã – localizados no Mato Grosso do Sul (MS) – e o Projeto TMA-SP Neo, que proporcionará nova circulação aérea para a Terminal São Paulo, com maior economia de recursos, agilidade e fluidez”, afirmou.

Na sequência, a palavra foi passada ao Presidente da  Concessionária RIOgaleão, Alexandre Monteiro, que destacou a relevância do tema para a troca de conhecimentos e interação entre diversos órgãos da navegação aérea. “A segurança operacional é um dos pilares da RIOgaleão e faz parte da nossa responsabilidade de semear a cultura de prevenção para garantir a integridade das pessoas e da indústria. É importante ter esse alinhamento de todos que estão envolvidos e empenhados no desenvolvimento e na evolução da segurança aérea do nosso País”, concluiu.

Fotos: Fábio Maciel