Integrantes da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Ministério da Infraestrutura participaram, na segunda-feira (30), da inauguração da obra de implantação de auxílios visuais e cerca operacional no Aeroporto de Oriximiná (PA), a fim de que o aeródromo possa receber linhas de voo regulares e realizar operações no período noturno.

A cerimônia foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno. Participaram, ainda, o Secretário Nacional de Aviação Civil Substituto, Carlos Eduardo Resende Prado; o Chefe da Quarta Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica, Brigadeiro Engenheiro Eliezer de Freitas Cabral; o Subdiretor de Planejamento da Diretoria de Infraestrutura da Aeronáutica, Brigadeiro Engenheiro Raymundo Ubirajara da Fonseca Salgado; o Diretor de Operações e Serviços Técnicos da Infraero, Brigadeiro do Ar André Luiz Fonseca e Silva; o Chefe da Divisão de Planejamento e Coordenação da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), Coronel Aviador Mário José Siqueira Oliveira; o Prefeito de Oriximiná, Antônio Odinélio Tavares da Silva;  e demais autoridades.

blank

O Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica reforçou a importância da Secretaria de Aviação Civil (SAC) e do Comando da Aeronáutica como instituições na linha de frente das ações de construções, reformas, ampliações e o aparelhamento dos aeródromos de potencial interesse da aviação civil. “Inauguramos mais uma obra firmada por um recente Termo de Execução Descentralizada, termo esse de relação entre entes públicos, como o Comando da Aeronáutica e o Ministério da Infraestrutura, com resultados que podem ser constatados. O objetivo é realizar a execução de investimentos em aeroportos regionais, recuperando e modernizando pistas estratégicas do tecido amazônico”, afirmou o Oficial-General.

O representante da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), Carlos Eduardo Resende Prado, comentou sobre a obra. “Trata-se de uma parceria que tem se mostrado cada vez mais exitosa com o Comando da Aeronáutica, por intermédio da COMARA, para trazer todos os insumos, equipes especializadas para fazerem as intervenções necessárias para esse aeroporto e tantos outros na região, como em Estirão do Equador (AM), Iauaretê (AM), Coari (AM) e Alcântara (MA)”, destacou.

O Coordenador da COMARA, Coronel Mário, explanou acerca dos serviços realizados no aeródromo e trafegou pelo perímetro do aeródromo para demonstrar os serviços realizados. Durante a solenidade, a COMARA entregou um certificado ao Servidor Civil Joel Gomes da Silva, em reconhecimento pela significativa participação no cumprimento da obra, estendendo a homenagem a todos os servidores que trabalharam na execução. Houve, também, o descerramento da placa de inauguração do Aeroporto de Oriximiná, materializando o momento significativo para as Instituições envolvidas, assim como para a população oriximinaense.

Sobre a obra

A obra consistiu na implantação de uma cerca operacional em gradil ao redor de todo o aeródromo, com mais de seis quilômetros de extensão, modernos auxílios visuais em LED, farol rotativo, biruta iluminada e o equipamento Indicador de Rampa de Aproximação de Precisão (PAPI, do inglês Precision Approach Path Indicator) em ambas as cabeceiras. Os recursos alocados foram provenientes da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), a qual contemplou o aeródromo de Oriximiná em virtude do potencial promissor para o mercado da aviação civil. Coube ao Comando da Aeronáutica, por intermédio da COMARA, executar a obra cuja duração atingiu 14 meses e demandou cerca de 60 pessoas como mão de obra direta.

Fonte: COMARA, por Sargento Jean
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui