O Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), em 22 de janeiro de 2024, marcou o início de um importante período de transição ao recepcionar o Coronel Adenir, que assumirá como futuro Comandante do Centro. Este evento assinala o começo das atividades relacionadas à passagem da função de Comandante, um processo que culminará na Cerimônia de Passagem de Comando no dia 31 de janeiro, um marco significativo para o CCOPAB.

Recepção e Primeiras Impressões

Snapinsta.app 422113073 18008558180253031 5524873170326657412 n 1080

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A jornada de transição para o Coronel Adenir iniciou-se com uma calorosa recepção pela guarda do quartel, um gesto que simboliza a honra e o respeito que o CCOPAB dedica a seus líderes. Seguiu-se uma reunião breve com os oficiais do Centro, onde o Coronel Adenir teve a oportunidade de se dirigir pela primeira vez aos militares do CCOPAB. Este momento crucial ofereceu uma plataforma para a introdução de suas visões e perspectivas para o futuro do Centro.

Apresentação das Atividades do CCOPAB

Snapinsta.app 421247273 18008558222253031 5506991232484790238 n 1080

O Coronel Vaz, atual Comandante do Centro, desempenhou um papel fundamental neste dia, conduzindo uma apresentação detalhada sobre as atividades finalísticas e de apoio desenvolvidas pelo CCOPAB. Com a presença do Conselho de Ensino do Centro, a apresentação visou a familiarizar o Coronel Adenir com as peculiaridades e os desafios das operações de paz, assegurando uma transição suave e informada para a nova liderança.

Preparando para a Cerimônia de Passagem de Comando

A Cerimônia de Passagem de Comando, agendada para 31 de janeiro, é aguardada com expectativa, pois não apenas representa a transição de liderança, mas também simboliza a continuidade e o rejuvenescimento do compromisso do CCOPAB com a paz e a segurança internacionais. A cerimônia será um momento de celebração e reflexão, marcando o início de um novo capítulo na história do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).