Comandante do Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico” passa instrução aos Aspirantes da Escola Naval

Após 21 dias de viagem, contando com a realização de diversas demonstrações e exercícios, chega ao fim a Operação “Aspirantex-2022”. O Grupo-Tarefa, composto por 4 navios, 7 aeronaves embarcadas, 4 Carros Lagarta Anfíbio (CLAnf), 1 Destacamento de Mergulhadores de Combate e demais meios navais que participaram de manobras específicas, cumpriu sua missão e regressou ao Rio de Janeiro ontem (27).

Ao longo do período de 6 a 27 de janeiro, foram realizados mais de 20 exercícios, dentre operações aéreas, guerra cibernética, manobras táticas, homem ao mar, transferência de óleo no mar, atracação sob ameaça assimétrica, exercício de tiro contra alvos de superfície e aéreo, evacuação de não combatentes, controle aéreo de interceptação, trânsito sob múltiplas ameaças, e exercícios inopinados, além da prática de Treinamento Físico Militar (TFM) e cerimonial à Bandeira.

blank
Mergulhadores de Combate durante exercício de fast rope a
bordo do Navio Doca Multipropósito “Bahia”

A “Aspirantex-2022” possibilitou o incremento na qualificação dos militares e no adestramento dos meios em cada exercício realizado, além de ter contribuído para que os Aspirantes da Escola Naval experimentassem a vida a bordo, acompanhando briefings e a rotina dos departamentos, participando de execícios de manobras táticas e controle de avarias, e comparecendo a palestras sobre noções de primeiros socorros, engenharia naval, aviação naval dentre outros, o que auxiliou os Aspirantes do 2º ano, ao término da viagem, na escolha dos Corpos e Habilitações com os quais mais se identificaram.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui