Bagé (RS) – No dia 19 de agosto, ocorreu no auditório do 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado (3º R C Mec), uma palestra realizada pelo oficial médico da organização militar, Aspirante a Oficial Arthur Magalhães Valverde, com o intuito de esclarecer o público interno sobre a importância de conhecer a origem, sintomas, prevenção, tratamento e riscos da doença da Varíola dos Macacos.

Com o advento da pandemia do Covid-19, qualquer vírus desconhecido ou de transmissão não convencional causa preocupação e até temor em algumas pessoas, no caso da doença da Varíola dos Macacos por ser uma doença nova, com poucos dados disponíveis, é pouco preocupante até o momento, em função deste novo vírus possuir uma transmissão de contágio baixa e pouco risco de morte, devendo haver uma maior preocupação em casos de pessoas com sistema imunológico comprometido, gestantes e crianças pequenas.

Conhecendo a doença:
Origem
: a doença teve origem na África, tendo os roedores como transmissores (os macacos são apenas vítimas da doença)
Sintomas: lesões cutâneas, febre, fadiga, dor de cabeça e dor muscular
Prevenção: vacina contra a varíola humana tem 85% de eficácia, atenção ao próprio corpo, isolamento dos infectados, não compartilhamento de objetos pessoais, máscara ao contato aproximado e higiene das mãos
Transmissão: contato direto com as lesões, secreções respiratórias prolongadas, contato físico íntimo, via placentária da gestante para o feto, mordedura, arranhões ou ingestão de carne de um animal infectado
Tratamento: não há até o momento, entre duas a quatro semanas os sintomas desaparecem e a pessoa pode sair do isolamento
Riscos: baixo risco de morte, e neste caso gera preocupação apenas pessoas com o sistema imunológico comprometido, crianças e gestantes.

Fonte: 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui