Em um gesto de solidariedade e cooperação, a 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2ª Bda Inf Sl) promoveu uma Ação Cívico-Social (ACISO) em 21 de dezembro na Escola Estadual Indígena Antônio João, localizada na região de Cucuí-AM, na Tríplice Fronteira. Esta ação, parte do compromisso contínuo do Exército Brasileiro com as comunidades locais, beneficiou mais de 200 crianças indígenas.

Atividades e Engajamento com a Comunidade

Snapinsta.app 413970358 18008511722166685 247665405909955995 n 1080

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

As crianças da comunidade indígena foram agraciadas com brincadeiras, doces e brinquedos, proporcionando um dia de alegria e diversão. Este tipo de iniciativa reforça os laços entre o Exército e as comunidades locais, demonstrando uma preocupação genuína com o bem-estar social e o desenvolvimento das populações em áreas remotas.

Presença de Comandantes Militares

O evento contou com a presença do Comandante da 2ª Bda Inf Sl, Gen Nilton, e do Comandante do Centro de Fronteira do Rio Negro/5º Batalhão de Infantaria de Selva (CFRN/5º BIS), TC Brás. Eles também visitaram a Base de Operações do 4º Pelotão Especial de Fronteira, situada próxima à escola indígena. Estas visitas destacam a importância da presença humanitária e comunitária do Exército em regiões distantes da sede da Brigada Ararigbóia.

Impacto e Legado da Ação

Snapinsta.app 411321026 18008511713166685 8119758138760620060 n 1080

A ACISO na Escola Estadual Indígena Antônio João deixou um legado positivo de solidariedade e apoio à comunidade indígena. Ações como esta sublinham o papel vital das Forças Armadas não apenas em termos de defesa nacional, mas também em seu contributo para o desenvolvimento social e comunitário em regiões menos acessíveis do Brasil.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).