Em um encontro promissor na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), membros do Exército Brasileiro e acadêmicos uniram forças para discutir o aprimoramento do projeto arquitetônico da futura Escola de Sargentos do Exército (ESE). A reunião, ocorrida em 28 de novembro, teve como foco a integração harmoniosa do empreendimento com o meio ambiente, adotando os conceitos de “espaços-parque” e a sinergia entre arquitetura e paisagem.

Especialistas em Planejamento Sustentável

Sob a gestão do general Joarez, o gerente do Subprograma ESE, e com a expertise dos Professores Doutores Roberto Montezuma, Luiz Vieira e Ronald Vasconcelos da UFPE, o diálogo abriu caminho para soluções inovadoras. A equipe discutiu como o projeto poderia tirar proveito da mata atlântica regenerada nos platôs construtivos, criando um ambiente educacional integrado à natureza.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Contribuições Estratégicas e Próximos Passos

Com a contribuição do General Moreno, representando o Comando Militar do Nordeste (CMNE), e da Tenente Jaqueline Duarte, da Diretoria de Projetos de Engenharia (DPE), foi estabelecido um compromisso para estudos aprofundados das propostas apresentadas. Novos encontros estão programados para 2024, assegurando a continuidade e o progresso deste projeto arquitetônico estratégico.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).