Entre os dias 22 e 25 de abril, a 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, através do 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (32º BIL Mth) – conhecido como “Batalhão Dom Pedro II” – conduziu o Estágio Básico de Combatente de Montanha (EBCM-2024/3). Este treinamento intensivo foi destinado a um grupo diversificado de participantes, incluindo alunos do Instituto Militar de Engenharia (IME), militares do 32º BIL Mth e brigadistas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO), todos unidos pelo objetivo comum de aprimorar suas habilidades em operações de montanha.

Instruções e Desafios no Estágio de Montanha

blank

Durante o estágio, os participantes foram submetidos a uma série de instruções especializadas, preparando-os para enfrentar as exigências únicas do ambiente de montanha. As atividades incluíram práticas de evacuação de feridos, uso de cordas, equipamentos e vestuário adequado para montanhismo, além de técnicas de nós e amarrações. Os estagiários também aprenderam sobre o relevo e os desafios fisiológicos que podem ocorrer em altas altitudes, bem como técnicas avançadas de escalada.

Culminância do Treinamento e Reconhecimento dos Participantes

Após uma semana de treinamento rigoroso, os estagiários enfrentaram o desafio final: a escalada da Pedra do Thouzeth. Este teste final não apenas avaliou suas habilidades técnicas, mas também sua capacidade de superar obstáculos verticais e horizontais em vias equipadas por especialistas. Ao final das atividades, 50 estagiários foram considerados aptos e receberam o diploma de novos escaladores militares do Exército Brasileiro, marcando sua competência para atuar em ambientes operacionais de montanha.

Solenidade de Brevetação e a Importância do EBCM para as Forças Armadas

A conclusão do EBCM-2024/3 foi celebrada com uma solenidade militar de brevetação, onde os novos escaladores militares receberam seus diplomas, simbolizando o reconhecimento de suas habilidades e a importância de sua formação para as operações militares em terrenos desafiadores. Este evento não só reafirma o compromisso do Exército Brasileiro com a excelência e a preparação de suas tropas, mas também destaca a colaboração efetiva entre diferentes entidades e a capacidade de adaptar-se a ambientes extremos.