Satélite Brasileiro Amazônia-1 pode estar girando sem controle no espaço – Afirmam especialistas.

blank
Legenda: Primeiro satélite de observação da Terra feito no Brasil foi lançado no último domingo (28) Foto: Inpe

A situação poderá ser revertida durante tentativas de envios de comando e uso do sistema de controle de atitude para estabilizá-lo. As informações são do portal UOL.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) não emitiu pronunciamento oficial sobre o possível problema. A Agência Espacial Brasileira (AEB), por sua vez, informou que aguarda a nota do Inpe.

Em um aplicativo de mensagens instantâneas, engenheiros ligados ao projeto disseram não ter autorização para falar, mas minimizaram a gravidade da situação.

Decolagem

O Amazônia-1 entrou em órbita pela agência espacial Indian Space Research Organisation (ISRO), no Satish Dhawan Space Centre, em Sriharikota, na Índia.

Cerca de 17 minutos após a decolagem, o satélite foi separado do foguete PSLV-C51 e colocado em órbita a 757 km de altitude, em um ponto próximo da ilha de Madagascar e com direção ao Pólo Sul.

Até então, a operação era considerada exitosa, uma vez que a abertura do painel solar havia sido concluída, indicando o pleno funcionamento do satélite.

Segundo o Inpe, o novo satélite possibilitará também o monitoramento da região costeira, de reservatórios de água e de florestas, além de observações de possíveis desastres ambientais.

Com seis quilômetros de fios e 14 mil conexões elétricas, o Amazônia- 1 é capaz de observar uma faixa de aproximadamente 850 km com 64 metros de resolução.

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
WHATSAPP: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui