O Comando Militar do Leste, por meio do Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil, realizou, no dia 17 de setembro de 2021, a formatura de 17 novos especialistas concludentes do Curso de Dobragem e Manutenção de Paraquedas e Suprimento pelo Ar (C DoMPSA).

O curso, criado em 1952, tem, atualmente, a duração de 24 semanas e é dividido em quatro grandes fases, que são: 1ª fase – dobragem de paraquedas; 2ª fase – mestre de salto; 3ª fase – lançamento aéreo de suprimento; e, por fim, a 4ª fase – manutenção de material aeroterrestre. Para ingresso no curso, os candidatos devem cumprir diversos pré-requisitos, entre eles, o de pertencer ao Serviço de Intendência e já ostentar o brevê do Curso Básico Paraquedista.

Neste ano, entre os brevetados, um fato histórico foi registrado. Uma militar do Exército Brasileiro (EB) e outra da Força Aérea Brasileira (FAB) foram especializadas pelo C DoMPSA, fato inédito na formação aeroterrestre brasileira. As pioneiras são a 3º Sargento do EB Gabriela Melo da Silva e a 3º Sargento da FAB Raniela Raica Finatto. As militares carregam consigo, além de muita superação, um vasto currículo operacional, tendo servido em unidades renomadas como o 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) e o Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento, respectivamente.

Para o Comandante Militar do Leste, General de Exército José Eduardo Pereira, é de grande importância que a tropa se mantenha adestrada e em condições de cumprir qualquer missão. Durante a brevetação, em suas palavras, o Comandante parabenizou os concludentes do curso, composto por integrantes da Marinha do Brasil, do EB e da FAB, além de um representante do Exército Paraguaio. Ao final, o General destacou a conquista das duas militares brasileiras pioneiras, que receberam a justa homenagem durante a formatura que ocorreu na área de estágio do Centro de Instrução localizado na Vila Militar.

 Texto: 2º Tenente Ferrentini / Fotos: Cabo Francilaine

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui