Brasília, 04/11/2022 – Trinta policiais, que atuam com cães em 19 estados do país participaram, nesta quinta-feira (3), da formatura da 2ª edição do Curso de Cinotecnia Policial. A capacitação, que durou cerca de um mês, foi realizada pela Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Canil Central – Centro de Desenvolvimento de Cães do órgão, em Brasília.

O curso é específico para forças de segurança atuantes em unidades que realizam atividades relacionadas ao combate ao tráfico de drogas. Participaram do treinamentos policiais militares, civis, rodoviários federais e mobilizados da Força Nacional dos seguintes estados: Alagoas; Amapá; Amazonas; Distrito Federal; Goiás; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Minas Gerais; Pará, Paraíba; Pernambuco; Piauí; Rio de Janeiro; Rondônia; Roraima; Santa Catarina; São Paulo; Sergipe e Tocantins.

A capacitação contou com instrutores do Rio de Janeiro e Brasília e reuniu profissionais de vários lugares do país. O Chefe do Centro de Desenvolvimento de Cães da PRF, inspetor Lopes, destacou a importância da integração entre as forças de segurança.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

“Para a  concretização deste curso, tivemos o apoio da Polícia Militar do Rio de Janeiro e do Distrito Federal. E no corpo de alunos também tivemos servidores de quase todas as forças de segurança de vários estados que aqui compartilharam suas expertises e a realidade dos locais de onde vieram. Espero que com o encerramento desta capacitação eles sejam os difusores do conhecimento passado aqui para as suas corporações e estados”, afirmou.

Um dos instrutores da capacitação, capitão João Paulo Doya, do Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar do Rio de Janeiro, explicou que foram estudadas as condutas de patrulha que devem ser adotadas, além de instruções táticas individuais para operar com o cão dentro de uma área de alto risco.

Edição anterior

A primeira edição do curso de Cinotecnia foi realizada entre junho e julho deste ano e também formou 30 policiais de vários estados. A Secretária da Segen, Ana Cristina Santiago, explicou que a capacitação era muito pedida pelos policiais e que, por isso, foi importante o investimento para a segunda capacitação.

“O olfato apurado dos cães cada vez mais tem se tornado crucial para a descoberta de entorpecentes camuflados em operações contra o tráfico ou para encontrar pessoas em escombros de desastres, por isso é cada vez mais importante treinar os policiais, os bombeiros a lidar com estes animais em campo e cada vez conseguir mais êxito”, explicou.

Saiba mais

Além do apoio à capacitação da PRF, a Segen capacitou, este ano, duas turmas em Busca e Resgate com Cães, uma parceria com o Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom). Ao todo, 60 bombeiros de todo o país participaram do curso.

E em agosto deste ano, em parceria com a Secretaria de Operações Integradas (Seopi), foi realizada a 1ª edição do Curso de Operadores e Condutores de Cães Farejadores de Drogas. Na ocasião, foram formados 26 profissionais de segurança pública que já atuavam em operações do Programa Guardiões das Fronteiras.

Fonte: MJSP