Na tarde de hoje, uma Aeronave HM-1 Pantera K2 do Comando de Aviação do Exército Brasileiro, equipada com uma equipe especializada em Busca e Resgate (SAR), decolou em uma missão crucial: localizar o helicóptero modelo Robinson R44, de matrícula PR-HDB, desaparecido desde 31 de dezembro. A aeronave, com cores cinza e preto, decolou do Campo de Marte em São Paulo com destino a Ilha Bela – SP e foi reportada como desaparecida na região da Serra do Mar. Esta operação, coordenada pelo Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico – Salvaero/Curitiba e executada pelo 2º/10º GAV – Esquadrão Pelicano da Força Aérea Brasileira, destaca a prontidão e a capacidade das forças armadas brasileiras em responder a situações de emergência.

Capacidades Operacionais para Buscas Diurnas e Noturnas

A aeronave e sua tripulação estão totalmente equipadas para realizar buscas tanto durante o dia quanto à noite, sendo esta última facilitada pelo uso de Equipamentos de Visão Noturna. Essa tecnologia é fundamental para ampliar as janelas de operação e aumentar as chances de sucesso da missão, especialmente em regiões de difícil acesso como a Serra do Mar.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Operadores SAR: Preparação para Resgate

Os Operadores SAR envolvidos nesta missão possuem treinamento e capacitação específica para realizar o resgate dos ocupantes do helicóptero, caso sejam localizados. Isso inclui técnicas de infiltração e exfiltração helitransportadas, além de Atendimento Pré-Hospitalar conforme a necessidade. Estas habilidades são vitais para garantir a segurança e a eficácia do resgate em situações adversas e desafiadoras.

Compromisso com a Vida e Segurança

Esta missão reforça o compromisso do Comando de Aviação do Exército, do Salvaero/Curitiba e do Esquadrão Pelicano com a premissa “Para que outros possam viver”, demonstrando a dedicação e o profissionalismo das forças armadas brasileiras em garantir a segurança e o bem-estar da população.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).