O Brasil sediou, de 14 a 17/07, o Campeonato Pan-Americano de Ginástica, realizado na Arena Carioca 1, localizada no Parque Olímpico da Barra, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A competição, que teve por objetivo selecionar atletas para competirem no Campeonato Mundial de Ginástica Artística – 2022, que acontecerá em Liverpool, no Reino Unido, entre os meses de outubro e novembro deste ano, contou com a conquista de medalhas por militares integrantes do Time Brasil, representando a Força Aérea Brasileira (FAB).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Na disputa, a Sargento Flávia Lopes Saraiva conquistou ouro no individual geral feminino, ouro na trave e prata no solo; o Sargento Caio Souza conquistou ouro no individual geral masculino, ouro no salto, prata na barra fixa, prata nas argolas e bronze nas paralelas; o Sargento Zanetti conquistou ouro nas argolas; o Sargento Nory conquistou bronze na barra fixa; e o Sargento Lucas Bittencourt conquistou o quarto lugar no individual geral masculino.

Além disso, no dia 17/07 a equipe feminina composta pelas Sargentos Saraiva, Oliveira e Mercer conquistou o título inédito de campeã por equipe no Pan-Americano juntamente com as demais atletas da seleção brasileira, Rebeca, Júlia e Cristal. No mesmo dia, os Sargentos Zanetti, Nory, Caio Souza, Bittencourt, Soares e Corrêa conquistaram o título de vice campeões por equipe masculina.

Por fim, o Sargento Caio Souza recebeu o Prêmio Desportivo que destaca três valores principais: excelência, respeito e amizade, por suas vitórias e por respeito às regras e ao jogo limpo.

Com os resultados, as duas equipes, masculina e feminina, conquistaram vaga para o Mundial de Ginástica Artística. O objetivo do Time Brasil é, também, aprimorar as técnicas e os fundamentos com foco no Ciclo Olímpico visando as Olimpíada de Paris em 2024.

Time da FAB

No Campeonato Pan-Americano de Ginástica, a Força Aérea contou com a participação e representação dos atletas que fazem parte o efetivo da Comissão de Desporto da Aeronáutica (CDA) desde o ano de 2016: Sargentos Arthur Naberrete Zanetti, Arthur Nory Oyakawa Mariano, Francisco Carlos Barreto Junior, Caio Campos Souza, Lucas de Souza Bittencourt e Luis Guilherme Cavalleri Porto. Além disso, o Time FAB contou com a participação dos novos sargentos que foram incorporados no final de junho deste ano: Patrick Sampaio Correa, Diogo Brajão Soares, Gabriel Faria Barbosa, Leonardo Matheus Santos de Souza, Diogo Giuseppe Speranza Paes, Rankiel Santos Neves, Lorrane dos Santos Oliveira, Jade Fernandes Barbosa, Carolyne Mercer Winche Pedro e Flávia Lopes Saraiva, pertencentes ao Quadro de Sargentos Convocados do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR). Todos os atletas da equipe masculina fazem parte do PAAR da Força Aérea.

Ingresso como atleta da FAB

Para o atleta ingressar no programa é necessário que participe voluntariamente do processo de seleção, por meio dos editais publicados nos anos vigentes no site da FAB.

Um dos requisitos é que o atleta tenha bons resultados e tenha participado de competições nacionais e internacionais em sua modalidade. Também é necessário participar de todas as etapas do cronograma do edital, tais como inscrição, concentração inicial, inspeção de saúde, concentração final e habilitação à incorporação. Após o parecer final apto em todas as etapas, o atleta iniciará o Estágio de Adaptação para Praças (EAP) com a duração de duas semanas, onde aprenderá sobre Regulamentos Militares, Ordem Unida, Mídia Training, Ética Profissional Militar, Estatutos Militares, História da Aeronáutica, Legislações Militares, entre outros assuntos.

Após o término do Estágio, o atleta torna-se Terceiro Sargento do Quadro de Sargentos da Reserva de Segunda Classe Convocados (QSCon), pertencente à Comissão de Desportos da Aeronáutica. Sendo assim, deverão cumprir com responsabilidade todas as missões da Instituição.

Fotos: CDA

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).