A partir desta segunda-feira (17), militares do Comando de Aviação do Exército, em coordenação com a Prefeitura Municipal de Taubaté, em São Paulo, apoiam a campanha de vacinação contra a Covid-19. Os integrantes do Comando Conjunto Sudeste passam a trabalhar no posto de vacinação localizado na Avenida do Povo, tanto aplicando o imunizante quanto prestando apoio administrativo. O horário de funcionamento do posto é das 8h às 15h30.

Descontaminação
O Comando Conjunto Nordeste desinfectou as instalações da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, em Caruaru, Pernambuco, em 12 de maio. A ação previne a disseminação da Covid-19 entre os frequentadores do local. Além da parceria com os Correios, as equipes de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) do Comando Conjunto Nordeste também descontaminaram Organizações Militares de Pernambuco, no período de 10 e 14 de maio.

20210517_descontaminação (1).jpeg

Já na capital carioca, por meio do Comando Conjunto Leste, militares do 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear desinfectaram as instalações do Comando Militar do Leste, nos dias 12 e 13 de maio.

Operação Covid-19
O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate ao novo coronavírus. Nesse contexto, foram ativados 10 Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui