blank

TANCOS (PT) – No último dia 13 de julho, o Oficial de Ligação do Exército Brasileiro na Área Cultural e Doutrina na República, Coronel Hermes Menna Barreto Laranja Gonçalves, da Arma de Engenharia do Exército Brasileiro, foi convidado pelo Diretor Honorário da Arma de Engenharia, Major-General Aníbal Flambó, para comemorações do 375º aniversário da Engenharia do Exército Português.

A moderna Arma de Engenharia Portuguesa foi criada em 1647, por decreto do Rei João IV, como Corpo de Obreiros Sapadores que, em 1793 deu origem ao Real Corpo de Engenheiros do Exército Português. As solenidades ocorreram no Regimento de Engenharia Nº 1 (RE1) e foi presidido pelo Chefe do Estado Maior do Exército Português (CEME), General José Nunes da Fonseca.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Em comemoração foi realizado uma celebração eucarística na capela do RE1; uma cerimônia de homenagem aos militares de Engenharia, que deram a vida em defesa da Pátria; o descerramento de uma placa alusiva à geminação entre o RE1 e o Regimento de Especialidades de Ingenieros N.º 11, do Ejército de Tierra do Reino de Espanha; e a cerimônia no grande auditório, com a presença do CEME, diversos oficiais-generais portugueses, entre outras entidades militares e civis.

Regimento de Engenharia N° 1 há pouco tempo, era a Escola Prática de Engenharia (EPE) do Exército Português, sendo depositário de diversas tradições, e de copioso acervo cultural, com destaque para a presença em sua área patrimonial, do Castelo de Almourol, estrutura templário do ano de 1171, que inspirou a criação do “Castelo Lendário” que é insígnia da Engenharia Portuguesa, que por sua vez deu origem a Arma de Engenharia do Exército Brasileiro.

Fonte: Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército