Alunos da EAMSC participam do exercício de Evacuação de Não Combatentes

A Marinha, por intermédio do Comando da 1ª Divisão da Esquadra, simulou, pela primeira vez, uma atividade de Evacuação de Não Combatentes a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” e do Navio Doca Multipropósito “Bahia”, durante a Operação “Aspirantex-2022”.

As Operações de Evacuação de Não Combatentes caracterizam-se por prover a necessária saída, em segurança, de brasileiros, ou de nacionais de interesse do governo brasileiro, de territórios onde desastres naturais ou instabilidades políticas ou sociais possam colocar em risco a integridade física dessas pessoas.

A realização de exercícios dessa natureza mostra a preparação da Marinha para a condução de operações expedicionárias, inclusive as de assistência humanitária, de remediação a desastres e de evacuação de não combatentes, uma preocupação comum às grandes Marinhas da atualidade.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

evacuados recebem cuidados medicos a bordo do nam atlantico
Evacuados recebem cuidados médicos a bordo do NAM “Atlântico”

Para a realização do exercício, que teve como objetivo a atualização de Procedimentos Operativos e o dimensionamento das capacidades materiais e de recursos humanos dos navios, foi prevista uma simulação, que contou com a participação de alunos da Escola de Aprendizes-Marinheiros de Santa Catarina (EAMSC), envolvendo transporte aéreo, recebimento, triagem e acolhimento de pessoas na condição de evacuados de uma região de risco.

Em aproveitamento ao exercício realizado, os alunos da EAMSC visitaram os dois maiores navios da Esquadra brasileira, familiarizando-se com a vida no mar, conhecendo os principais departamentos dos navios.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).